Balanceamento oxi-redução

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Em uma reação de oxidação-redução, os elétrons são transferidos de um reagente para outro. O primeiro passo para balancear uma  equação de oxidação-redução é dividi-la nas reações de oxidação e
redução. O exemplo abaixo mostra como isso deve ser feito.
Exemplo 1. Balancear a seguinte reação de oxidação-redução:

Ce4+ + Fe2+ —→ Ce3+ + Fe3+

Primeiramente, vamos separar a reação acima em reação de oxidação e redução:

Ce4+ —→ Ce3+

Fe2+ —→ Fe3+

Agora vamos balancear as cargas.

Ce4+ + 1e—→ Ce3+

Fe2+ —→ Fe3+ + 1e

Com o balanceamento das cargas fica claro que na primeira reação temos uma redução e na segunda uma oxidação. Fica evidente também que como está somente um elétrons envolvido nas duas reações a reação global já está balanceada.
Exemplo 2. Balancear a seguinte reação de oxidação-redução:

Zn2+ + Cu+ —→ Zno + Cu2+

Vamos separar a reação acima em reação de oxidação e redução:

Zn2+ —→ Zno

Cu+ —→ Cu2+

Agora vamos balancear as cargas.

Zn2+ + 2e —→ Zno
Cu+ —→ Cu2+ + 1e

Para balancear a reação global é necessário que a segunda equação, a de oxidação, seja multiplicada por 2, pois o número global de elétrons envolvidos é de dois:

Zn2+ + 2e —→ Zno
2Cu+ —→ 2Cu2+ + 2e

Reação global:

Zn2+ + 2Cu+ —→ Zno + 2Cu2+

Exemplo 11.4 Balancear a seguinte reação:

Ag + I+ Sn4+ —→ AgI + Sn2+

Vamos separar as semi-reações

Ag + I —→ AgI

O iodo permaneceu na reação porque ele está ligado é prata para formar o iodeto de prata.

Sn4+ —→ Sn2+

Vamos balancear as cargas

Ag + I —→ AgI + e

Sn4+ + 2e —→ Sn2+

Multiplicando a primeira equação por dois, devido aos dois elé-
trons envolvidos, teremos:

2Ag + 2I —→  2AgI + 2e
Sn4+ + 2e —→  Sn2+

Assim a reação global será

2Ag + 2I+ Sn4+ —→  2AgI + Sn2+

Leia mais em

No e-book Equilíbrio Químico – autor Genilson Pereira Santana

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *