O que é flogístico?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Flogístico era o nome usado no século XVIII para uma suposta substância que surgia durante os processos de combustão. A teoria do flogístico foi desenvolvida nos primeiros anos da década de 1700 pelo químico e físico alemão Georg Ernst Stahl (1660-1734). Essencialmente Stahl assumiu que materiais combustíveis, como carvão ou madeira, eram ricos em “flogístico”. Durante a combustão haveria uma liberação desta substância invisível que é o flogístico. Após a combustão, o que sobrava não continha mais flogístico e, portanto, não poderia mais queimar. A oxidação dos metais também envolvia a transferência de flogístico. Por acaso, a fundição dos metais era consistente com a teoria do flogístico. Carvão vegetal também perde peso com a combustão, o que reforçava a teoria de Stahl.

            Mas o químico francês Lavoisier (1743-1794) demonstrou que o ganho de peso quando um metal se oxidava, em um recipiente fechado, era equivalente à perda de peso de ar preso no vaso. Lavoisier demonstrou também que a presença de oxigênio era imprescindível na combustão, e que nenhum material queimava na ausência de oxigênio. Assim, abandonou-se a teoria do flogístico, que na verdade não existe, e em seu lugar ficou a descoberta de que a combustão é apenas uma reação com o oxigênio, prescindindo da existência de qualquer substância como o flogístico.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *