Autismo e a Química

Geralmente, os cientistas são conhecidos por serem aquelas pessoas com conhecimento profundo e inacessível ao grande público.  Talvez uma das explicações seja a síndrome de Asperger, um subtipo do autismo. Henry Cavendish, um cientista que é extraordinariamente importante na história da química é um dos grandes exemplos de autista da Química. Cavendish descobriu o hidrogênio em 1766, conhecido durante muitos anos como “ar inflamável”. Cavendish observou que o hidrogênio, que ele chamou de “ar inflamável”, reagia com o oxigênio, então conhecido como “ar deflogisticado”, formando água. É interessante afirmar que os pacientes com a síndrome de Asperger são inteligentes, têm excepcional capacidade de concentração, e se interessam apenas por uma ou duas coisas em sua existência.