A versatilidade da quitosana

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

A quitosana é um copolímero de origem natural derivado do processo de desacetilização da quitina. A quitina possui função estrutural e protetora sendo identificada em diferentes seres vivos, como camarão, lagosta, escorpião, formigas, besouro, aranha, barata, algas verdes, leveduras, fungos, entre outros. Devido aos agrupamentos aminos, presentes na cadeia polimérica, quitosona apresenta um conjunto de propriedades específicas, como reatividade e, em pH < 6,5

Quitosana

exibem capacidade de realizar adsorção catiônica. A quitosana possui a capacidade de formar complexos; uma vez que é um quelante. Essas propriedades permite a quitosana ser usada na agricultura para recobrimento de sementes (biocidas); biorremediação como adsorvente de metais potencialmente tóxicos; indústria farmacêutica como analgésico, aceleração da cicatrização, promotor de regeneração óssea, tratamento da artrite, sistema de liberação de fármacos; na indústria de alimentos como aditivo orgânico, embalagens ativas; odontologia como antimicrobiano, anti-inflamatório, inibição de biofilmes, entre outros.

Fonte: Química Nova na Escola