O tratado elementar de química de Lavoisier

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

A Lavoisier é atribuído o título de pai da química moderna, para isso somente a segunda edição do do livro Traité élémentaire de chimie, présenté dans un ordre nouveau et d’après les découvertes modernes, publicado em Paris em 1789 é que ganhou o formanto definitivo. A questão é que apenas duas  cópias da primeira edição de um volume são conhecidas. O texto de Lavoisier, que lançou as bases da química moderna, foi dividido em três partes. A primeira parte trata de uma exposição da nova química e discute, em alguns casos, pela primeira vez, detalhes sobre o tema calor,  composição da atmosfera, análise do ar atmosférico e suas partes, etc. A segunda parte trata das combinações de ácidos com bases e com a formação de sais neutros. A terceira parte contém uma descrição dos instrumentos e operações da química. Como a mulher de Lavoisier era desenhista e pintora,  coube a ela ilustrar o livro. É interessante afirmar que no livro Lavoisier derruba a teoria do flogisto e estabelece o conceito de elementos como substâncias que não podem ser mais decompostas. Uma importante conseqüência de seu trabalho foi a lei da conservação da massa. Abaixo quatro páginas do livro.