Uma esponja que limpa água contaminada

Perry Alagappan, um estudante indiano que durante visita ao seu país teve a ideia fazer um  novo filtro de água para metais pesados. Na concepção do estudante o filtro ideal deveria ser barato na produção, não muito exigente sobre o conhecimento do usuário e, além disso, reutilizável. Para isso, o jovem de 18 anos procurou os cientistas da Universidade de Rice, em Houston, que o apoiaram ativamente com seus conhecimentos para o desenvolvimento de vários novos filtros de água. Alagappan e seu colaboradores acabou de divulgar uma esponja que é capaz de retirar metais pesados  da água contaminada. A base da esponja é lã de quartzo simples tendo nanotubos microscópicos feitos de carbono incorporados na estrutura. Para ativar a esponja basta tratá-la com ácido para ela descontaminar a água contaminada por, metais pesados ​​como chumbo, cobre ou mercúrio. É interessante dizer que esses metais pesados permanecem nas estruturas da esponja. O rendimento da esponja em purificar a água é de cerca de 99% e com apenas uma grama a esponja é capaz de purificar cerca de 83 mil litros de água. O preço estimado da esponja é de um quarto de dólar por grama, cujo valor torna o seu uso interessante em países em desenvolvimento. Outra característica interessante da esponja é sua reutilização, bastando enxaguar com vinagre.

Fonte: Enorm