Buriti no Hambúrguer: óleo do fruto melhora a pele e a visão

O buritizeiro é uma palmeira que fornece palmito saboroso, fécula, seiva e madeira. As sua folhas jovens produzem uma fibra muito fina, a “seda” do buriti, usada pelos artesãos na fabricação de peças de capim-dourado. Sua fibra é transformada no artesanato de bolsas, tapetes, toalhas de mesa, brinquedos, bijuterias, REDEs, cobertura de teto,cordas etc. O talo das folhas se presta ainda à fabricação de móveis, que se destacam pela leveza e durabilidade. O caule e as flores são utilizadas na fabricação do vinho de buriti.. Além disso, a seiva da palmeira de buriti é açucarada sendo possível extrair sacarose cristalizada. Seu fruto é muito usado para fazer sorvetes e sucos,  seu óleo para cosmético, revitalizando a pele por causa de suas propriedades energizadora e emoliente. Além disso, o óleo de buriti possui um eficiente filtro solar que diminui o ressecamento da pele e também possui propriedades que proporcionam elasticidade para a pele e combate o envelhecimento. É um bom agente que proporciona hidratação capilar e proteção contra os raios solares para cabelos danificados por este. Atua como um bom produto para cabelos ressecados e quebradiços. Essas propriedades levou pesquisadores da UFMG/Montes Claro a usar o óleo do fruto de buriti no preparo de hambúrguer de frango. Segundo os pesquisadores o uso do óleo possibilita melhorar a deficiências de vitamina A além de evitar doenças de pele. Feito com duas concentrações do óleo (4% e 8%), o experimento dos pesquisadores mostrou que ao consumir apenas uma unidade diária da carne, crianças conseguiriam obter entre 53% e 100% do total de vitamina recomendado por dia. Em homens adultos, o alimento funcional poderia suplementar o nutriente em até 31% e em mulheres, em 40%. Por se tratar de um comida de baixo custo, os pesquisadores recomendaram o uso do óleo no preparo de carnes mais barata o que poderia melhorar a dieta da população de baixa renda.

Fonte: Hoje em dia