Metanol

O metanol, ou álcool metílico, é um líquido inflamável, com chama invisível, obtido a partir de combustíveis renováveis e não renováveis, como o metano do gás natural ou o carvão. Seu processo mais antigo de obtenção, e de onde, durante muito tempo, foi exclusivamente obtido, é a destilação destrutiva de madeiras, sendo por este motivo conhecido como álcool da madeira. Apesar dos grande avanços alcançados com a tecnologia de produção de metanol, a partir de

Metanol

biomassas como da cana-de-açúcar e madeira, sua produção a partir dessas fontes ainda não é comercial. A produção de metanol mais comum se dá a partir do metano, oriundo gás natural. Na presença de catalisador de Ni, a uma pressão moderada de 10-20 atm e a altas temperaturas, em torno de 850 ºC, o metano reage com o vapor de água para produzir CO e H2. O metanol é utilizado como solvente, anticongelante e bem menos como combustível. É material de partida para outros produtos químicos. Em torno de 40% do metanol produzido é transformado em formaldeído, muito usado na síntese de plásticos, tintas e explosivos. Um importante derivado é o dimetileter, que substitui os CFCs nos aerossóis, como propelente. A toxicidade do metanol é considerada baixa, porém, no seu processo metabólico, é produzido aldeído fórmico e ácido fórmico, os quais podem provocar sérios problemas à saúde.

Fonte: Ensino de Química