Canela: uma casca que ajuda a vida

Não contente em aumentar o sistema imunológico, este condimento rico em antioxidantes melhora a digestão e a respiração. Então como consumi-lo? Em regiões frias ele é inseparável do inverno, sendo consumida em pães de gengibre e vinho quente.  A canela é   uma das mais antigas especiarias conhecidas, sendo oriunda do Sri Lanka (anteriormente Ceilão).  Na verdade a canela é a casca interna da Cinnamomum verum e vem sendo usada na Europa  desde a Idade Média. Atualmente, a canela não está presente somente em sobremesas, mas também em salgados, carnes e peixes.  A canela pode ser usada para emagrecer porque ela melhora a eficácia da insulina, sendo útil

Aldeído cinâmico ou cinamaldeído (componente ativo da canela)

para controlar os níveis de açúcar no sangue, o que diminui a fome. Além disso, ela facilita a digestão e elimina os gases, o que ajuda a desinchar a barriga. Ela ainda ajuda a diminuir as calorias ingeridas pois pode substituir o açúcar no leite, café, chá e vitaminas, por exemplo. A canela também diminui o índice glicêmico de uma refeição e isso ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue logo depois de comer, evitando os picos de glicemia. Por conseguir manter os níveis de açúcar no sangue mais constantes, a pessoa fica com menos fome e tem menos necessidade de consumir doces. Esta especiaria também aumenta o metabolismo, o que faz o corpo gastar mais calorias mesmo estando parado, isso eleva a queima de gordura acumulada, favorecendo a perda de peso, diminuindo o colesterol ruim e ainda ajuda a proteger os órgãos porque diminui a gordura visceral que se encontra acumulada entre estes tecidos, prejudicando a saúde.

Fonte: Le Figaro.fr , Mundo educaçãoTua saúde