Kevlar uma fibra sintética muito útil

Kevlar, descoberta pela Química americana Stephanie Kwolek, é a marca registrada da DuPont para uma fibra sintética de aramida muito resistente e leve. Trata-se de um polímero composto por  p-fenilenodiamina com cloreto de tereftaloila muito resistente ao calor e cinco vezes mais resistente que o aço por unidade de peso. Quando se mistura os dois reagente forma-se uma solução com baixa densidade, turva e com aspecto opalescente e leitoso. Ao ser aquecida a 200 oC forma fibras muito finas e que ficam mais fortes com o aquecimento. Em 1971 o Kevlar foi introduzido no mercado e hoje  é usado para fabricar de cintos de segurança, cordas, construções aeronáuticas, velas, coletes à prova de bala, linhas de pesca, de alguns modelos de raquetes de tênis, na composição de alguns pneus, para fitas de alguns modelos de pedal de bumbo e telemóveis, como o Motorola RAZR i. O tanque de combustível dos carros de Fórmula 1 é composto deste material, para evitar que objectos pontiagudos perfurem os tanques no momento da colisão.

A reação do 1,4-fenileno-diamina ( para -fenilenodiamina ) com cloreto de tereftaloílo produzindo Kevlar

Fonte: Wikipedia