A relação colas e humanidade

Cola branca, super cola, cola líquida e spray de cola são materiais comuns encontrados no comércio atualmente. Surpreendentemente, a existência da cola remonta a cerca de 200 000 aC, quando foi misturada com tinta para fazer desenhos de cavernas durarem mais tempo. Derivado de materiais vegetais e animais, a cola tem sido um útil a humanidade por milênios. Sendo apenas um membro da grande classe de adesivos, a cola liga dois materiais  por uma pequena reação química na superfície dos dois materiais. A cola foi usado pela primeira vez para realiza  o reparo de cerâmicas quebradas e estátuas em 4000 aC. A cola usada foi produzida a partir de ossos e pele de animais. Os antigos egípcios descobriram um importante uso histórico da cola no processo de criação de móveis. Ao longo de vários séculos, a criação e reparação de móveis exigiu recursos mais eficacia das colas.  A cola derivada de animais foi usada como única substância disponível até a Primeira Guerra Mundial, quando as colas derivadas de leite foram inventadas pela primeira vez. A partir da década de 1930, o avanço da indústria de plásticos resultou no desenvolvimento de adesivos e colas mais eficazes. Essas substâncias eram mais fortes, mais pegajosas e impermeáveis ​​em comparação com a cola animal do passado. Hoje, o desenvolvimento da indústria de cola está avançando rapidamente, e a criação de colas mais fortes e flexíveis são continuamente inventadas. Nos Estados Unidos, a influência econômica da cola foi de mais de 11 bilhões de dólares, com os economistas prevendo um aumento de 50 bilhões de dólares até 2019! Embora a cola seja pensada como simples e comum, ela continuará sendo um material necessário para o desenvolvimento mundial sustentado e persistente.