A garrafa plástica que você bebe água é segura?

Um estudo realizado pela Universidade Estadual de Nova York (Fredonia) em 250 garrafas de 11 marcas diferentes mostrou que 93% das garrafas usadas para vender água mineral estavam contaminadas com resíduos plásticos. Dentre os resíduos encontrados estavam polipropileno, náilon e polietileno tereftalato (PET). Cerca de 10 partículas de plástico foram estimadas por cada litro de água consumido. Essa quantidade é duas vezes maior que a quantidade de microplástico encontrada em água de torneira de uma dezena de países em cinco continentes diferentes. Devemos esclarecer que a quantidade de partículas encontrada variou de garrafa para garrafa; enquanto algumas continham uma, outras continham milhares. Infelizmente, ainda não está claro qual é o efeito dos microplásticos para a saúde humana, e, além disso, nenhum trabalho científico não estabeleceu um nível máximo de consumo de água seguro. Aliado a isso, os plásticos atualmente estão presentes em quase todas as partes do mundo, contaminando solos, rios, lagos, mares e oceanos, entre outros. Esse fato fez com que os plásticos sejam encontrados em peixes, mariscos e outros itens de nossa alimentação. Como podemos notar os plásticos já fazem parte de nossa cadeia alimentar e seus efeitos a saúde merecem ser estudados para ser conhecidos quais são os riscos à saúde.

Fontes:  CBC, Orb e Mail Online

Leia Também

Uma rainha na luta contra o plástico

O plástico está envenenando nossos filhos

Plástico

O fungo amazônico que come plástico

O oxigênio está desaparecendo no mar

Lixo um grande negócio