Ondas sonoras detectando contaminantes na água

Pesquisadores do do Instituto de Ciências Físicas da UNAM (México) mostraram que o uso de ondas sonoras para levitar gotículas de água no ar pode melhorar a detecção de contaminantes nocivos de metais pesados, como chumbo e mercúrio na água. A detecção de pequenas quantidades de metais pesados ​​na água é importante porque esses contaminantes são prejudiciais à saúde humana e ao meio ambiente. A nova técnica poderia levar a instrumentos que realizam monitoramento de contaminantes em tempo real, no local, o que poderia ajudar a prevenir futuros problemas de contaminação de chumbo ou detectar águas residuais contaminadas de locais industriais. A levitação das gotículas de água permite que a água evapore em uma posição controlada, o que aumenta a concentração de massa de contaminantes na amostra e facilita a realização da análise com a espectroscopia de ruptura induzida por laser (LIBS). Os pesquisadores mostraram que sua nova abordagem pode detectar com segurança níveis muito baixos de metais pesados ​​como bário, cádmio e mercúrio, com tempos de análise de apenas alguns minutos.

Fonte: Science Daily