Mais de 90% da população mundial respira ar poluído

A Organização Mundial da Saúde (OMS) acaba de publicar seu relatório anual, cujos dados mostram que nove em cada dez pessoas estão respirando ar altamente poluído. Sete milhões é o número de pessoas que morrem a cada ano por causa da exposição a partículas finas no ar e por causa da poluição do ar em ambientes fechados. As concentrações médias anuais de partículas finas PM10 e PM2.5 (PM2.5: níveis de sulfato, nitratos e carbono negro, que são os poluentes mais perigosos para a saúde), cujos dados foram coletados em  mais de 4.300 cidades em 108 países. Segundo a OMS: ” A poluição do ar é uma ameaça para todos nós, mas a maioria das pessoas os pobres e os mais marginalizados são os primeiros a sofrer“. Os países em desenvolvimento estão possuem 90% dos casos de mortalidade observados principalmente na África e no Sudeste Asiático. As médias de poluição são frequentemente maiores em até cinco vezes os limites estabelecidos pela OMS nessas regiões. Um resultado que pode ser explicado por múltiplos fatores como fatores econômicos, geográficos ou políticos.  De fato, a principal fonte de poluição do ar em ambientes fechados está associada ao uso de carvão vegetal como combustível nos países asiáticos e africanos.  Por causa desses resultados, a OMS anunciou a primeira conferência global dedicada à poluição do ar e saúde em Genebra, na sede da instituição, de 30 de outubro a 1 de novembro de 2018. O objetivo é reunir governos e parceiros no contexto de uma mobilização global que terá de abordar questões importantes, como a construção de um planejamento urbano saudável e acessível ou o gerenciamento de resíduos e energias domésticas.

Fonte: Techiniques de L’engénieur

Leia também

Lista dos 10 lugares mais poluídos do mundo

A poluição do ar altera a placenta colocando em riscos o feto e sua mãe

A poluição que vem de produtos de limpeza

“Arapocalipse”