Plantas medicinais e seu uso secular

As plantas sempre foram importantes para o desenvolvimento de remédios e terapias, mas esse valor, às vezes, aumentou e diminuiu. As plantas vem sendo usada para tratamento primário para a maioria das doenças por séculos. No século XIX, os avanços na química industrial e na manufatura ajudaram a gerar a moderna indústria farmacêutica, rejeitando os medicamentos derivados de plantas. Na década de 1950, os médicos chineses tradicionais, que nunca haviam abandonado o uso de plantas e ervas, começaram a integrar fitoterápicos mais avançados em suas práticas. Embora derivados de plantas, os fitoterápicos foram padronizados em produção e clinicamente testados. À medida que a abordagem integrativa da medicina começou a migrar para o Ocidente, os médicos dos EUA e da Europa começaram a parear os tratamentos convencionais com suplementos nutricionais e fitoterápicos, observando com frequência que as terapias combinadas produziriam melhores resultados mais rapidamente. Em 2017, as plantas recuperaram mais uma vez a sua posição como valiosas fontes de tratamento, com mais de 4.000 artigos científicos sobre fitoquímicos sendo publicados todos os anos. Hoje, a “Dior Science” está aplicando uma abordagem integrativa para otimizar a eficiência de seus tratamentos de cuidados com a pele. Os cientistas da Dior mostraram que combinações cuidadosamente selecionadas de compostos bioativos naturais e derivados de plantas e micronutrientes podem melhorar a regeneração da pele e a elasticidade da pele. Eles agora estão trabalhando para trazer essas combinações para os consumidores.

Um pequeno histórico do uso de plantas medicinais:

  • Várias formas de plantas medicinais eram usadas na China há 5.000 A.c.
  • A medicina Ayurveda era aplicada na Índia século VI e VII D.C
  • De Matéria Medica circulou na forma de manuscritos ilustrados, copiados à mão, em grego, latim e árabe durante o período medieval.
  • Medicina Kampo em japonês século XVIII
  • Primeira síntese do ácido acetilsalicílico, derivado da casca do casca de salgueiro, em 1853
  •  Inicio da medicina moderna, a medicina moderna começa a evitar remédios tradicionais à base de plantas no século XIX
  • Nascimento da indústria farmacêutica na Europa século XIX
  • Em 1906 criação da Food and Drug Administration (FDA) nos Estados Únidos
  • Declaração de Helsinki da Associação Médica Mundial em 1964
  • A China adota a aproximação inclui a medicina tradicional no tratamento de doenças
  • Linus Pauling, Prêmio Nobel de Química (1954) e Paz (1962) desacreditado pela indústria farmacêutica por sua abordagem integrativa para tratar o câncer com suplementos de vitamina C
  • O início da abordagem integrativa pelo Dr. David Eisenberg e Andrew Weil em 1990
  • Consórcio de Centros de Saúde Acadêmica para criar a Medicina Integrativa. Estes incluem os prestigiados Harvard Medical School e Stanford University em 1999
  • Mais de 50000 plantas medicinais estão sendo usadas em todo o mundo em 2002
  • O conhecimento moderno de plantas medicinais está sendo documentado no banco de dados de transcriptômica de plantas medicinais em 2011
  • Mais de 4.000 publicações científicas sobre fitoquímicos são publicados por anos em 2017

Fonte: Scientific American