Explorando a química dentro de casa

De acordo com pesquisa publicada na Science no início deste ano, a poluição do ar agora está entre as cinco principais ameaças à saúde humana, uma lista que inclui desnutrição, riscos alimentares, pressão alta e tabaco. No entanto, quando falamos de contaminantes na atmosfera, estamos invariavelmente nos referindo a ambientes externos, onde os pesquisadores costumam coletar esses dados. A realidade ambiental é que nos países desenvolvidos estamos quase constantemente em ambientes fechados, talvez em até 90% do tempo. Quando as pessoas falam sobre o ambiente interno, elas não falam sobre o contexto desse espaço ser reativo, ou em termos dos processos químicos que podem estar acontecendo. Devemos mencionar que grande parte da química ocorre na superfícies, ai  podemos incluir paredes, tetos ou tapetes que servem como mídia para reações com moléculas gasosas geradas por fumar, cozinhar e limpar.

As paredes da habitação de um fumante são comumente cobertas por nitrosaminas, compostos carcinogênicos que se formam quando o ácido nitroso no ar se combina com a nicotina de um cigarro. Os hidrocarbonetos aromáticos policíclicos, que também são tóxicos, também podem surgir como produtos de combustão gerados por um fogão usando combustível sólido, uma prática comum em muitas partes do mundo em desenvolvimento. Até mesmo a prática aparentemente virtuosa de desinfetar superfícies com água sanitária pode liberar gases clorados reativos que podem oxidar e depois serem quebrados pela luz ultravioleta para formar radicais reativos nocivos. Os  compostos orgânicos voláteis, que têm sido cada vez mais estudados em contextos ao ar livre, enquanto formas como terpenos emitidos por alimentos ou agentes de limpeza podem realmente ser encontrados em níveis muito mais altos em ambientes fechados. A química atmosférica passou muito tempo tentando entender a química das regiões florestais versus as regiões desérticas versus regiões urbanas poluídas ou regiões árticas, agora existe outra  região importante para entendemos os efeitos noviços da contaminação ambiental.

Leia também

A poluição que vem de produtos de limpeza