Combustíveis: diferenças e expectativas

A revista Chemistry in Australia publicou um artigo sobre o futuro dos combustíveis que achei interessante principalmente sobre uma abordagem crítica do futuro dos combustíveis. Dentre as observações vamos apresentar algumas que considerei interessante. O conceito básico para o uso de hidrogênio é que ele seja produzido a partir de energia renováveis, como metano. O hidrogênio como combustível ainda enfrenta o problema de armazenagem devido aos altos custos de compressão, sendo ainda necessário o desenvolvimento de eletrolisadores de alta pressão.  O problema da compressão vem sendo contornado com o comércio de hidrogênio em distribuidores. Uma alternativa para a acumulação de hidrogênio é o uso de amônia como uma fase intermediária, todavia será necessário uma reação de síntese de hidrogênio cujo requisito é a quebra de hidrogênio e nitrogênio.  O uso de veículos elétricos continua acelerado. No entanto, os veículos elétricos ainda enfrentam problemas com as viagens longas, sendo necessário a construção de muitos pontos de carregamento das baterias.  Uma forma de resolver essa questão seria a modernização da transmissão de energia com provisão ampla de pontos de recarregamento. Outra solução seria o uso da energia nuclear que enfrenta uma barreira quase unânime dos países devido aos problemas de contaminação. Existe grande esforço para o uso de combustíveis sustentáveis produzidos a partir de culturas agrícolas e resíduos. O principal problema dos biocombustíveis são os subprodutos de alcatrão instáveis.  De modo geral, ainda é necessário o desenvolvimento de tecnologias como novas baterias, fornecimento de hidrogênio barato e o desenvolvimento de combustíveis sustentáveis. Infelizmente, o Brasil que poderia está na vanguarda na produção de biocombustível tem sem programas de pesquisa descontinuados com paralisações históricas cujo principal resultado é um desenvolvimento lento.

Leia também

Nossos hidrocarbonetos do dia a dia

Mais de 90% da população mundial respira ar poluído

As duas gerações do álcool combústivel

Hidrogênio o combustível do futuro

O óleo comestível de algas

Fonte: Chemistry in Australia