Principais fatos históricos sobre a bomba atômica

O desenvolvimento da bomba atômica envolveu não apenas as contribuições de cientistas americanos, mas também as contribuições de cientistas de outros países foram feitas:

  1. Em 1905, foi um dos picos da carreira de pesquisa de Einstein publicou sua famosa equação: E = MC2que relaciona a massa da matéria com a energia. 
  2. Em 1934,  Joliot-Curie  bombardeando alumínio com partículas alfa,  observou a primeira vez que a liberação de nêutrons. A partir daí, os cientistas começaram a usar as partículas alfa para iniciar o bombardeio dos elementos da tabela periódica, começando com um hidrogênio elementar.
  3. Em 1938, quando os físicos alemães  Hahn e Strathmann  bombardearam o urânio 235 com nêutrons, encontraram um fenômeno completamente diferente do experimento anterior. Após o bombardeio, o urânio foi como uma reação em cadeia e novos nêutrons apareceram, além da liberação de energia. Naquela época, Hahn não tinha certeza sobre esse fenômeno, então ele escreveu para uma de suas colegas judias,  Meitner (expulsa para a Grécia por Hitler) e Mattner para saber ser as suas observações estavam corretas. Ele deu o nome ao fenômeno observado de fissão nuclear. 
  4. No mesmo ano,  Hahn publicou o fenômeno do bombardeio de nêutrons da fissão de urânio.  A física americana Fermi (na verdade, originalmente Cientista italiana) e Bohr  obtiveram os mesmos resultados.
  5. Naquela época, alguns cientistas perceberam que essa reação liberava o poder da enorme energia. Schumann, um físico que trabalhou no  exército alemão, relatou o fato ao Hitler. Ai a Alemanha começou a planejar um novo tipo de arma.
  6. Todavia foi os Estados Unidos que desenvolveram a primeira bomba atômica sob a liderança de Oppenheimer, cientista conhecido como o pai da energia atômica americana.

Leia também

A Origem dos nomes dos orbitais s, p, d e f

Fonte: Infosurhoy