Identificando os fraudadores do alimentos orgânicos

Alimentos orgânicos são cada vez mais populares – e caros. Frutas e hortaliças orgânicas são cultivadas sem pesticidas sintéticos e, por causa disso, são percebidas como mais saudáveis ​​do que aquelas cultivadas com essas substâncias. Mas nem todos os alimentos com este rótulo são totalmente livres de pesticidas, e pode ser um desafio detectar quantidades baixas das substâncias. Agora, cientistas relatam no Journal of Agricultural and Food Chemistry da ACS uma nova estratégia para determinar a autenticidade orgânica.

O alto custo e a popularidade dos alimentos orgânicos podem ser um incentivo para tentar passar os alimentos tratados com pesticidas como orgânicos. A detecção de pesticidas pode ser desafiadora, ou mesmo impossível, especialmente porque algumas dessas substâncias se decompõem rapidamente após serem aplicadas, levando a uma falsa impressão de que um alimento não foi tratado. No entanto, um pouco de pesticida na superfície de uma fruta não indica necessariamente uma fraude intencional. O composto pode ter acabado de passar de um campo vizinho. Para ajudar a melhorar a prática da verificação de alimentos orgânicos, Jana Hajslova e seus colegas desenvolveram um método para analisar os metabólitos gerados dentro das plantas quando os pesticidas se quebram, usando um vinhedo experimental como campo de testes.


Os pesquisadores usaram uma combinação de cromatografia líquida de ultra-alta performance e espectrometria de massa de alta resolução para identificar e filtrar os metabólitos de sete pesticidas comuns. A equipe então usou o método nas folhas e nos frutos das videiras tratadas em diferentes intervalos entre o plantio e a colheita, assim como o vinho produzido a partir dos frutos tratados. Com a técnica, a equipe observou níveis decrescentes dos pesticidas iniciais à medida que a degradação ocorria. O grupo também detectou os metabólitos dessas substâncias, pois seus níveis variavam com o tempo. Muitos metabólitos ainda eram detectáveis ​​em níveis mais altos do que o composto pesticida aplicado no vinho produzido a partir dos frutos tratados, o que significa que vinhos orgânicos, não apenas frutas e folhas, poderiam ser potencialmente verificados usando a estratégia. 

Leia também

Os resíduos químicos nas frutas e legumes
O agrotóxico nosso de cada dia
Quantas pessoas um cientista pode salvar ou matar?
As substâncias que comemos e não sabemos
Aditivos alimentares e seus perigos
 

Fonte: Can Occurrence of Pesticide Metabolites Detected in Crops Provide the Evidence on Illegal Practices in Organic Farming? Dana Schusterova,Marie Suchanova, Jana Pulkrabova, Vladimir Kocourek, Jiri UrbanJana Hajslova. J. Agric. Food Chem.201967226102-6115, May 14, 2019, https://doi.org/10.1021/acs.jafc.8b06999.