Quantos de microplástico nós estamos consumido por ano?

Um americano de classe média pode inadvertidamente engolindo até 50.000 partículas de microplástico a cada ano. Biólogos da Universidade de Victoria, no Canadá, realizaram um estudo sobre a quantidade de microplásticos contidos em alimentos consumidos diariamente pelos americanos de classe média. Eles descobriram que ao comer quantidades recomendadas de frutos do mar, açúcar, sal e cerveja, o americano poderia estar ingerindo 52.000 partículas de microplástico por ano. E as mulheres, essa quantidade seria um pouco menor, cerca de 41.000 partículas de microplástico por ano, devido ao fato de consumirem menor alimentos que os homens. Já as crianças do sexo masculino e feminino estimam que a ingestão seja respectivamente de 46.000 e 39.000 partículas de microplástico por ano. Esses resultados conduzem a uma preocupação crescente sobre o aumento da quantidade de plásticos no oceano. Tudo indica que o plástico entrou na cadeia alimentar humana como micropartículas microscópicas que são absorvidas por peixes e moluscos. Além disso, outros alimentos podem estar sendo contaminados durante sua produção e processamento ou mesmo a partir de embalagens plásticas. O estudo mostrou também que a água engarrafada pode ser uma outra fonte significativa de consumo de microplásticos. Os pesquisadores calcularam que um adulto bebendo apenas água engarrafada pode ingerir 75.000 a 127.000 partículas de microplástico a cada ano. Por outro lado, se o humano estivesse consumindo apenas água de torneira a quantidade ingerida seria de 3.000 a 6.000 partículas de microplástico por ano. A equipe de pesquisadores enfatiza que esses números são apenas estimativas. Eles não foram capazes de incluir outras fontes alimentares no estudo, como carne, laticínios, cereais e vegetais. Isso porque a quantidade de partículas de microplástico nesses alimentos é praticamente desconhecida. Eles também apontam que não está bem claro qual efeito da exposição à partículas de microplásticos sobre a nossa saúde.

Leia também

Projetando a morte de um plástico

Uma plataforma contra plástico no mar

Uma rainha na luta contra o plástico

O plástico está envenenando nossos filhos

A troca do BPA das mamadeiras que não deu certo

poluição plástica dos oceanos: países do G7 estão divididos

A garrafa plástica que você bebe água é segura?

Só a reciclagem resolve o problema do plástico?

De onde vem os plásticos nos oceanos

Fonte:K D Cox et al, Environ. Sci. Technol., 2019, DOI: 10.1021/acs.est.9b01517