Está difícil controlar as emissões de CO2 limitar o aquecimento global em 1,5 graus

Um novo estudo mostra o quão é difícil pôde limitar o aquecimento global em apenas 1,5 graus Celsius em relação aos tempos pré-industriais. As usinas, equipamentos industriais, veículos e outros emissores existentes no mundo estão a caminho de bombear dióxido de carbono suficiente para ultrapassar essa meta até meados do século, relatam pesquisadores em 1º de julho na Nature. Acrescente as futuras usinas que já estão planejadas, permitidas ou em construção, e poderíamos emitir o suficiente até 2033 para elevar a temperatura atmosférica global média em 1,5 graus, dizem os pesquisadores.  

Para limitar o aquecimento em 1,5 graus, a humanidade tem que investir mais em energia ou infraestrutura sem o uso de combustíveis fósseis. Tudo que deve ser feito a partir de agora tem que não deve usar combustíveis fósseis. No Acordo de Paris de 2015 sobre mudança climática, quase todos os países do mundo concordaram em tentar reduzir as emissões de gases de efeito estufa o suficiente para limitar o aquecimento a “bem abaixo” de 2 graus até 2100  ( SN: 1/9/16, p. 6 ). Os Estados Unidos disseram que estão deixando o acordo ( SN Online: 6/1/17 ), com saída completa até 2020.

A atividade humana já aumentou as temperaturas globais em 1 grau. A emissão de 420 a 580 gigatoneladas adicionais de CO2 podendo aquecer o planeta em 1,5 graus acima dos níveis pré-industriais, estimativa obtida em 2018 pelo Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática. Cerca de 41% dessas emissões seriam provenientes da China, 9% dos Estados Unidos e 7% da União Européia. Essas emissões globais esperadas aumentam para cerca de 850 gigatoneladas quando as usinas propostas estão incluídas. Isso é o suficiente para atingir o orçamento de 1,5 grau até 2033, e compõe cerca de dois terços das 1.170 a 1.500 gigatoneladas de CO2 para atingir 2 graus de aquecimento.

Leia também

Aquecimento global batendo recordes no planeta
Os efeitos do aquecimento global sobre os corais
O oxigênio está desaparecendo no mar
Os efeitos do aquecimento global
O dióxido de carbono e o aquecimento global
Aquecimento global

Fonte: Science News