A água destilada é segura para beber?

Apesar de não ter calorias ou açúcar, a água é uma escolha melhor do que refrigerantes ou suco de frutas para se manter hidratado. Refrigerantes e sucos de frutas são carregados de açúcares que aumentam a quantidade de calorias para ser queimadas; ou seja, só engordam. Embora, tomar um copo de água possa parecer ser simples, existem vários tipos de água disponíveis para beber, incluindo: água da torneira; água de nascente; água destilada e água de poço. Cada tipo de água tem seu próprio conjunto de benefícios, mas alguns apresentam riscos.

A Água destilada, por exemplo, é formada a partir do vapor da água. Ao ferver a água, os minerais e outras impurezas são removidos, deixando a água destilada em um estado “mais puro”. Por esse motivo, algumas pessoas acreditam que beber água destilada pode ajudar a limpar o corpo de produtos químicos desnecessários. Outras pessoas, no entanto, acham que os minerais encontrados na água potável são necessários para uma boa saúde.

Os principais riscos de beber apenas água destilada estão associados à falta de minerais dissolvidos, como magnésio e cálcio. Alguns dos efeitos adversos de beber apenas água destilada ou com pouca água mineral incluem:

  • Um sabor desagradável que muitas pessoas consideram desagradável, levando à redução do consumo de água
  • Uma diminuição na função metabólica do corpo
  • Um aumento na produção de urina que pode resultar em desequilíbrio eletrolítico

Quando o corpo perde água através da transpiração e da produção de urina, perde sódio e outros minerais além da água. Para que o corpo funcione adequadamente, esses minerais devem ser substituídos. Beber água destilada não substituirá os minerais perdidos pelo suor, pois todos os aditivos e minerais foram removidos durante o processo de destilação. No entanto, como a maioria das pessoas come e bebe uma variedade de alimentos e bebidas ao longo do dia, a maioria das pessoas obtém os sais e minerais de que precisam nessas outras fontes. Essa falta de minerais e aditivos representaria apenas um risco significativo se a água destilada fosse o único fluido ou alimento que uma pessoa consumisse.

Em casos extremos, quando uma pessoa bebe apenas água destilada e não obtém nutrição adequada, uma condição chamada “acidose” pode ocorrer devido ao pH mais ácido da água. Essa condição ocorre como resultado da alteração do equilíbrio do pH do sangue. Embora raro, é possível que isso ocorra quando quantidades excessivas de apenas água destilada são ingeridas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, este e outros problemas de saúde associados se devem em parte à falta de minerais e eletrólitos na água destilada, o que força mudanças prejudiciais no delicado equilíbrio de sódio, potássio, líquido, cálcio, magnésio, zinco, fósforo e outros nutrientes no corpo.

O balanço do pH da água destilada é 7,0 e o balanço do pH do sangue deve permanecer entre 7,35 e 7,45. A acidose ocorre quando o pH do sangue cai abaixo de 7,35.A acidose e alterações significativas no equilíbrio eletrolítico e mineral do corpo podem levar à retenção de líquidos, deficiências nutricionais, fadiga, cãibras musculares, dor de cabeça, frequência cardíaca prejudicada e consequências ainda mais terríveis à saúde, incluindo falência de órgãos.

A Organização Mundial da Saúde observou que as águas desmineralizadas pelos métodos a seguir também estão associadas às mesmas consequências à saúde que a água destilada (a menos que sejam remineralizadas), incluindo dessalinização, osmose reversa, nanofiltrada e / ou desionizada. Um estudo da Environmental Research também descobriu que beber água desmineralizada por meio de métodos de dessalinização pode ter um efeito procarcinogênico.

Leia também

A diferença entre água destilada e desionizada

Fonte:

Medical News Today