Mercúrio: o início de sua trajetória histórica

A origem do nome é em homenagem ao deus romano Mercurius, o mensageiro de Júpiter, que era o deus do comércio. A palavra Mercurius derivado do latim mHg1erx que significa mercadoria. A origem do símbolo Hg vem da palavra latina “hydrargyrum“, que significa “prata líquida”, porque o mercúrio é liquido e prateado. O mercúrio já era conhecido por antigos chineses e hindus antes de 2000 aC e foi encontrado em tubos em tumbas egípcias datadas de 1500 aC.

Leia também

Revista mercúrio

Os 10 venenos mais mortais conhecidos pelo homem

O mercúrio e a Amazônia

Mercúrio – Cenas de contaminação

As mudanças climáticas e os peixes contaminados

Em torno de 500 aC, ele era usado para formar amálgamas com outros metais. Os gregos usavam mercúrio em pomadas e os romanos o utilizava em cosméticos, creme e pomadas. O cinábrio mineral avermelhado que continha mercúrio e enxofre era utilizado como corante. O mercúrio é um dos elementos que contém um símbolo alquímico, sendo o único elemento a manter o seu nome alquímico até os dias atuais. Durante muitos anos, os alquimistas pensaram que o mercúrio era “matéria prima” para a produção dos outros metais. Eles também pensavam que poderiam produzir ouro a partir do mercúrio.