Mendelévio

Mendelévio, elemento químico radioativo produzido artificialmente; símbolo Md; em. não. 101; massa não. do isótopo mais estável 258; p.f. 827 °C; p.e. e sp. gr. desconhecido; valência +1, +2, +3. O mendelévio é um metal da série de actinídeos do Grupo 3 da tabela periódica. O nono elemento transuranium a ser descoberto, é nomeado para o químico russo Dmitri Ivanovich Mendeleev. O símbolo Mv foi usado inicialmente, mas foi mudado para Md em 1963. Dezesseis isótopos da mendelévio são conhecidos. Mendelévio-256 (meia-vida de cerca de 76 min) foi o primeiro isótopo produzido; foi detectado em 1955 por Albert Ghiorso, Bernard G. Harvey, Gregory R. Choppin, Stanley G. Thompson e Glenn T. Seaborg, que produziram um átomo de cada vez bombardeando o einstênio-253 com partículas alfa em um cíclotron em o Univ. da Califórnia em Berkeley. Essa técnica de produzir e detectar átomos individuais tornou-se o padrão para a descoberta dos elementos além do mendelévio na tabela periódica. Pouco se sabe sobre as propriedades desse elemento, uma vez que seus isótopos são instáveis ​​e difíceis de produzir. O mendelévio-258 (o isótopo mais estável) tem uma meia-vida de 51,5 dias; sua síntese (bombardeando o einstênio-255 com partículas alfa) pode possibilitar estudos das propriedades físicas e químicas do elemento.

The Columbia Electronic Encyclopedia, 6ª ed. Copyright © 2012, Columbia University Press. Todos os direitos reservados.