Teoria ácido-base

Existem várias teorias que tentam explicar o comportamento dos ácidos e das bases, baseando-se em algum princípio geral. Entre elas, iremos considerar três que surgiram no século XX e, cronologicamente, na seguinte ordem: teoria de Arrhenius (1887), de Brønsted-Lowry ou teoria protônica (1923) e de Lewis ou teoria eletrônica (1923).

Leia também

Teoria de Arrhenius

Ácido é toda substância que em água produz como cátion somente H+, e base é aquela que produz como ânion somente OH.

Enquanto a teoria de Arrhenius para uma substância ser considerada ácida ou básica é necessário identificar as presenças de H+ ou OH na água, as teorias de Brønsted-Lowry e Lewis existe um processo de doação e recebimento. Isso significa que em ambas as teorias ácido e base fazem parte da mesma solução. Ácido e base participam efetivamente do processo de doação e recebimento. Para diferenciá-los basta identificar que doa e quem recebe. Vamos lá as duas definições:

Teoria de Brønsted-Lowry ou teoria protônica

Ácido é toda espécie química, íon ou molécula capaz de doar um próton, enquanto a base é capaz de receber um próton.

Teoria ácido-base de Lewis ou teoria eletrônica

Ácido é toda espécie química, íon ou molécula que aceita receber um par de elétrons, enquanto a base é capaz de oferecer um par de elétrons.

Vamos praticar um pouco da teoria ácido e base

Results

#1. Quem definiu ácido em termos de liberação de íons hidrogênio?

#2. Quem elaborou essa teoria? Ácido é toda espécie química, íon ou molécula que aceita receber um par de elétrons, enquanto a base é capaz de oferecer um par de elétrons.

#3. Segundo quem Ácido é toda espécie química, íon ou molécula capaz de doar um próton, enquanto a base é capaz de receber um próton.

finish

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *