A isomeria e os remédios

Naproxeno

Bom, antes de começamos em falar propriamente a isomeria e os remédios vamos começar falando do estereoisômeros de interesse para indústria farmacêutica. Então, os estereoisômeros são moléculas que são idênticas em constituição atômica e ligação, mas diferem no arranjo tridimensional dos átomos.

Assim, para fins farmacêuticos os estereoisômeros de maior interesse são aqueles com um ou mais centros assimétricos. Ou seja, os enantiômeros são imagens especulares. Assim, esses enantiômeros têm propriedades físicas (exceto rotatórias ópticas) e químicas (exceto em um ambiente quiral) essencialmente idênticas.

Então, os estereoisômeros são facilmente distinguidos pelos sistemas biológicos, no entanto, e podem ter diferentes efeitos farmacológicos ou toxicológicos. No caso de um remédio muitas vezes quando estão na proporção de 5:50 de enantiômeros eles podem desenvolver racematos. Ou seja, o efeito positivo e neutralizado pelo efeito negativo e vice-versa. Por outro lado, quando estão separados a ação do remédio é mais efetiva.

Então, a grande questão é como separar os enantiômeros. Bom com os avanços tecnológicos (procedimentos de separação quiral em larga escala ou sínteses assimétricas) permitem a produção de muitos enantiômeros únicos em escala comercial. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *