Bismuto, um elemento químico quase não natural

bismuto

Normalmente, o bismuto se parece com isto:

Cristal de bismuto

Mas, sob certas condições, é assim:

Que coisa incrivelmente sensacional, certo? Uma estrutura cristalina perfeita. Vale ressaltar que o bismuto é tóxico e não deve ser manuseado com frequência.

Leia também

Bismuto

Existem várias outras curiosidades sobre o bismuto:

O bismuto é o elemento diamagnético natural mais forte que existe. Os materiais diamagnéticos, quando expostos a campos magnéticos, são repelidos em vez de atraídos. Ou seja: quando colocado sobre um ímã suficientemente forte, o bismuto levita.

O bismuto é relativamente não tóxico para um metal pesado. Seus vizinhos da tabela periódica, a saber, polônio, antimônio e chumbo são supertóxicos, mas o bismuto não bem (não deve ser confundido como totalmente seguro).

O bismuto está até sendo estudado para substituir o chumbo em alguns materiais específicos.

Muitas pessoas já ingeriram alguma quantidade de bismuto durante a vida. Um dos ingredientes do Pepto-Bismol é o subsalicilato de bismut, um medicamento antiácido usado para tratar distúrbios temporários e desconfortos do estômago e do trato gastrointestinal, como azia e náuseas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *