O ensino E-learning e a microaprendizagem

Photo by Andrea Piacquadio from Pexels - E-learning

Um dos legados positivos da pandemia pele Covid-19 sem sombras de dúvidas é a maneira de ensinar. Muito embora, a pandemia também mostrou a necessidade de reinvenção das escolas públicas. Averso a qualquer implantação de novas tecnologias, achando que os princípios de Paulo Freire eram eternos, aliado a desmotivação, a maioria dos professores de escola pública demoraram e, muitos ainda não se interessam pelo uso da tecnologia em suas salas de aula.

Leia também

LavoisierApp ensina estequiometria

Como aprender química rapidamente

Algumas estratégias para memorizar a tabela periódica

O Ensino on-line e a diversidade nos alunos

A verdade é que a pandemia acelerou um processo que andava com certa lentidão, ou os entraves burocráticos da educação brasileira estava impedindo o avanço da tecnologia nas escolas. Apesar de defender uma alteração do ensino da iniciação a computação nos cursos de Química, somente começamos a usar a tecnologia com o uso do Excel aplicado a Química há cerca 10 anos. A partir daí gerar e simular curvas de titulação nas aulas experimentais de Química motivava os meus alunos. Pronto acabei entrando no mundo da microaprendizagem!

Sem entender mais institivamente entendi que a aprendizagem que tive aqui no Brasil era uma aprendizagem que não permite o desenvolvimento de nossa criatividade. Intuitivamente acabei fazendo uma série de fragmentos muitos valiosos para mim.

Ao procurar saber o que é microaprendizagem descobrir que não passa de uma estratégia de ensino que consiste em ensinar conteúdos concisos em pequenas doses. Por serem curtos, permite que o aluno aprenda um conteúdo complexo de forma fracionada e mais focada. Conteúdos como equilíbrio químico podem ser ensinados fragmentado em diversos microconteúdos, com tempos de 5 a 10 min.

Estrategicamente cada fragmento pode ser ensinado com vários recursos, como vídeos, leituras de post, exercícios online etc. Ao ser disponibilizado o aluno poder estabelecer sua estratégia de aprendizagem. Assim como um lego ele monta cada fragmento conforme seu conhecimento da matéria e conveniência, sem ter aquele aprendizado tradicional.

Quais são as vantagens da microaprendizagem?

A vantagem de dividir as áreas de assunto nesses blocos semelhantes a lego é que ele pode ser reutilizado por meio de todas as formas modernas que aprendemos, que incluem:

  • Reutilizar o conteúdo em várias experiências de aprendizagem
  • Ser pesquisável (agora estamos programados para pesquisar em nível de conceito ou procedimento, não de curso ou experiência)
  • Por meio da descoberta, já que este artigo sobre o conceito de microaprendizagem foi descoberto por você

Internet e microaprendizagem

O papel da internet tem fundamental pelo avanço da microaprendizagem, principalmente com a evolução smartphones. Muitos aplicativos, designs instrucionais, vídeos, artigos, notícias e demais momentos de interação foram sendo encurtados. Hoje, vemos aplicativos, como Duolingo (Possui blocos de aprendizagem minúsculos), Khan Academy (Plataforma na qual videoaulas e textos podem ser aprendidos rapidamente com auxílio da gamificação para gerar o engajamento do aluno) LIT (Educação corporativa fornece nano certificações e aprendizagem em micromomentos).

Além disso há várias outras soluções de ensino que estão sendo desenvolvidas e aplicadas com o inevitável avanço do E-learning moderno. A microaprendizagem não é um substituto para todos os modelos de ensino e aprendizagem; é sim um aprimoramento que, como toda forma anterior, também possui pontos fracos.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *