A problemática do lixo e quais as soluções

Resíduo sólido urbano

O que é lixo?

Por definição de lixo (resíduo sólido) é tudo aquilo que se joga fora todos os dias, restos de tudo o que fazemos e que consideramos inútil, indesejável ou descartável.

Leia também

O que é, quais tipos existem de resíduos sólidos

Os resíduos químicos nas frutas e legumes

O volume de resíduos pode aumentar em 70% no mundo até 2050

Quais são os problemas relacionados ao lixo?

Os problemas geralmente relacionados ao lixo são:

Chorume: Líquido preto, de odor desagradável, altamente poluente para o solo e recursos hídricos, pela sua toxicidade. Produzido principalmente nas áreas de despejo de resíduos, resultado da decomposição de matéria orgânica e componentes inorgânicos diluídos pela água da chuva, umidade do solo, umidade dos resíduos dentre outros.

Vetores e transmissores de doenças: O destino inadequado do lixo possibilita a proliferação de roedores (ratos e camundongos) que podem transmitir doenças quer por mordedura, fezes, urina e a ação de ectoparasitas, sendo as principais: peste bubônica, tifo murino, leptospirose, febre por mordedura e salmonelose, além de atrair serpentes peçonhentas, pois estas se alimentam de roedores.

Poluição do solo:  A camada de solo, onde vivem microorganismos e pequenos animais, é a primeira a ser atingida pelos compostos tóxicos, comprometendo todo o sistema de respiração do solo, devido à morte dos microrganismos e pequenos animais.

Poluição visual: A disposição inadequada dos resíduos ocasiona um aspecto antiestético e mal-estar provocado pela “montanha” de lixo exposto e pela presença de vetores, por exemplo: ratos, moscas, urubus, dentre outros.

Poluição do ar: A fermentação da matéria orgânica por microorganismos, que em um ambiente impermeável produz biogás, sendo o gás metano seu principal componente. Este gás é inflamável, que dependendo das condições físicas e químicas pode provocar explosões e combustão espontânea.

Produção de lixo 

O lixo é gerado pelo homem desde suas primeiras atividades, devida a utilização, transformação e modificação dos recursos naturais. A preocupação com a preservação dos recursos naturais começou com a conscientização de que muitos desses são finitos, não renováveis. O aumento dos impactos ambientais, que vem ocorrendo em todo planeta, obrigou o uso da reciclagem, que é uma boa alternativa para proteger o meio ambiente. A literatura reporta que, por dia, em média, cada pessoa do planeta gera cerca de 1,2 kg de resíduo sólido urbano. Nas grandes cidades da América Latina e Caribe, por exemplo, a quantidade gerada de resíduo sólido urbano pode chegar até a impressionantes 14 kg/pessoa/dia. No Brasil, a média de resíduo sólido urbano gerada é de 1,06 kg/pessoa/dia. Em Manaus, a geração de resíduo sólido urbano é de 1,3 kg/habitante/dia; cerca de 70% são despejados em lixão ou aterros.

Solução para resolver a questão do lixo

Geralmente, a principal solução usada por boa parte da humanidade é a disposição do lixo em aterros sanitário. Todavia, a coleta seletiva é uma atividade que tem atraído grande interesse da sociedade, tanto pela sua contribuição à sustentabilidade urbana como pela geração de renda, de cidadania e pela economia de recursos naturais que proporciona. Apesar de vários esforços das entidades públicas, a coleta seletiva ainda é incipiente em abrangência, ocorrendo em cerca de 41% dos municípios brasileiros tendo apenas 10% do que é potencialmente reciclável recolhido.

Acesse os post abaixo para aprender mais sobre soluções baseadas na reciclagem/Upcycling

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *