O que são inseticidas naturais

inseticida natural

Infelizmente, as culturas agrícolas estão sob constante ataque de pragas de insetos, tornando os inseticidas essenciais para reduzir as perdas. Os inseticidas sintéticos, como os organofosforados, são ferramentas importantes e eficazes no manejo moderno das culturas. No entanto, eles representam sérias ameaças ao meio ambiente e às pessoas.

Os humanos entram em contato com pesticidas perigosos nos alimentos, na água e no ar perto de fazendas. Isso ocorre quando a poeira e os borrifos de pesticidas viajam pelo vento para locais não expostos aos pesticidas. Quase 98 por cento dos pesticidas pulverizados não atingem suas metas. Eles penetram nas águas subterrâneas, poluem riachos e prejudicam a vida selvagem, incluindo predadores naturais das pragas visadas. Pesticidas mais antigos, como o DDT, ainda contaminam pássaros, peixes e até pessoas.

Mas antes de chegar aos organofosforados e neonicotinóides, ou outros inseticidas que causam câncer e eficiente para matar insetos, já pensou em alternativas? Por exemplo, sprays de sabão são extremamente eficazes para matar pulgões e outras pragas sugadoras de seiva, como percevejos, ácaros, cigarrinhas, psilídeos, cochonilhas, tripes e moscas brancas. Ou seja, esses insetos malignos que praticamente sugam nossa vida podem ser combatidos com inseticidas naturais.

Leia também

Pesticidas, efeitos ao ambiente e saúde humana

Pesticidas em nossas famílias

Menu de hoje: Salada de pesticidas, peixe com chumbo, fruta com plástico

Os biocidas fazem parte do nosso cotidiano

Ecologia Química versus Química ambiental

O inseticida natural é um produto agrícola geralmente feito em propriedades rurais, fácil de ser produzido, atóxico, líquido, protetor da planta contra doenças. Eles têm como matéria primas comumente derivados de plantas ou minerais. Por exemplo, Nicotina (extraída do tabaco), Piretro (extraído das flores de crisântemo) e rotenona (extraída do tuber Derris elliptica) são derivados de plantas, enquanto os pesticidas como ácido bórico, criolita e terra diatomácea são derivados de minerais.

Os ingredientes ativos do piretro (piretrina I e II e Cinerina I e II) são apolares, oleosos e lipofílicos. Esses compostos inseticidas são neurotoxinas. Como as piretrinas são instáveis à luz do sol, foram desenvolvidos derivados sintéticos (chamados piretróides), que encontram aplicações na agricultura e em produtos domésticos.

A rotenona também é uma neurotoxina e foi inicialmente identificada (junto com vários compostos relacionados) em um extrato vegetal bruto usado por povos primitivos para paralisar peixes. O envenenamento por rotenona em humanos é raro, embora efeitos adversos possam ser observados especialmente após a ingestão oral e respiratória. É instável à luz do sol, o que lhe confere uma meia-vida ambiental curta. Acredita-se que a toxicidade seja o resultado da inibição da oxidação do substrato pela rotenona no sistema NADH2 em NAD, que é crítico para a função nervosa.

Quais são os benefícios dos inseticidas naturais

São menos agressivos ao meio ambiente e ao ser humano, além de:

  • Em certos cultivos e em certas épocas do ano, necessitam de ajuda para manter sua sanidade ou sua saúde, para isso usamos esses inseticidas.
  • O inseticida natural é atóxico aos animais e não agressiva para a maioria das plantas cultivadas.
  • Possui concentração de produtos naturais.
  • Em sua grande maioria nutre a planta e ativa seu sistema de defesa.
  • Não é tóxico ao ser humano.
  • Produção de alimentos livres de agrotóxicos.
  • Possui baixo custo e pode ser feito em casa.

Inseticida natural versus sintético

Os pesticidas naturais e sintéticos são eficazes no controle de pragas. No entanto, seus modos de ação podem diferir muito. Eles geralmente resultam em uma diferença drástica no tempo que leva para ver os resultados pretendidos. Os profissionais de manejo de pragas costumam receber solicitações de seus clientes orgânicos para “usar o que é bom” (ou seja, a opção de pesticidas sintéticos). Isso ocorre após alguma frustração em lidar com uma infestação por mais tempo do que o esperado. Os pesticidas sintéticos geralmente agem rapidamente porque são quimicamente projetados para atingir e interromper funções biológicas específicas dentro da praga pretendida. Embora os pesticidas naturais ou orgânicos também funcionem, se houver tempo e paciência suficientes. A desvantagem das opções naturais é que podem exigir mais visitas e vários aplicativos para obter o mesmo resultado. Muitas pessoas que estão lidando com uma infestação de pragas parecem preferir que o problema seja resolvido rapidamente. Eles não estão dispostos a esperar que os materiais orgânicos façam seu trabalho.

Fonte:

Pesticida Natural

Agropos

Lavoura – Blog da Aegro

Modern farmer

American Museum of Natural History

Modern Pest Services

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *