Ícone do siteClube da Química

Oleocanthal esse é o segredo do azeite

Oleacanthal esse é o segredo do azeite

Oleocanthal esse é o segredo do azeite, será? Antes de mais nada devemos dizer que o azeite é o óleo extraído de azeitonas, o fruto da oliveira. Então, essa árvore é uma das mais antigas conhecidas do mundo, sendo cultivada antes da invenção da escrita. Por isso, sabe-se que o consumo do azeite é milenar, mas não se tem conhecimento desde quando ele passou a fazer parte das refeições. 

O azeite têm os seguintes benefícios:

Bom, o oleocanthal é um dos vários antioxidantes encontrados no azeite extra virgem que lhe confere os benefícios as saúde. Assim, nós o identificamos como um dos poucos anti-inflamatórios naturais muito semelhante ao ibuprofeno. Dessa forma, pesquisas voltadas para o uso de anticancerígenos e desintoxicantes para o cérebro. Sendo que os resultados podem esclarecer como

                           Oleocantal

propriedades da dieta mediterrânea tradicional, conhecida por ser anticancerígena e protetora contra a demência.  Então, em um estudo espanhol, mulheres que seguiram a dieta por cinco anos eram 68% menos propensas a desenvolver o câncer de mama.

Leia também

O que tem o azeite e ibuprofeno em comum?

Quantos anos o azeite é usado na Itália?

Em outra pesquisa, dessa vez norte-americana, homens e mulheres que comeram a dieta mediterrânea ao longo de 14 anos eram 32% menos propensos a desenvolver a doença de Alzheimer.  Todavia, antes de abrir uma garrafa de azeite, os cientistas alertam para as quantidades que devem ser consumidas. Dessa forma, eles usam por base um consumo diário de 50 gramas. Em princípio, essa quantidade equivale a 10% da dose recomendada de ibuprofeno para um adulto alíviar da dor. Dessa forma, se esta quantidade não é suficiente para combater uma dor de cabeça, o consumo de pequenas doses diárias pode ter benefícios a longo prazo.

Fonte:

A Graça da Química

Dr. Rondó

Sair da versão mobile