Ícone do siteClube da Química

As substâncias químicas dos extintores de incêndio

extintor incêndio

A substâncias químicas dos extintores de incêndio é um post que mostra a você que substâncias simples com bicarbonato de sódio (NaHCO3) são usadas para apagar um fogo. Mas, antes vamos falar um pouco dos extintores. Vamos lá, então

Bom, todos nós sabemos que o extintor de incêndio é um equipamento necessários para apagar incêndio. Então, nós que andamos pelos prédios públicos ou privados, por exemplo, escolas e shopping centers lá estão os extintores de incêndio.

No entanto, a maioria de nós como usar e como funciona um extintor de incêndio. O que fala dos produtos químicos e suas reações para apagar um fogo, então? Em uma busca na internet, você encontra rapidinho que os extintores são divididos em tipos de classes de fogos.

Resumo rápido das classes de fogos

Como nosso o propósito é falar dos produtos químicos dos extintores de incêndio vamos colocar brevemente as cinco classes de fogos:

ClasseTipos de incêndios
AMateriais sólidos combustíveis de queima livre, como madeira ou papel
BLíquido ou gás inflamável
CIncêndio elétrico energizado 
DFogo metálico: titânio (Ti), zircônio (Zr), magnésio (Mg), sódio (Na)
KFogos de cozinha – óleos ou gorduras animais ou vegetais

Então, para todos os tipo de incêndio terá sempre quatro elementos para ocorrer o fogo. Quais são eles?

  1. Combustível
  2. Calor
  3. Oxigênio (O2)
  4. Reação em cadeia

Assim, para cada classe de incêndio se observa uma variação do combustível, da fonte de calor e da reação em cadeia. Por isso, você deve usar diferentes tipos de extintores adequado para cada classe de incêndio. Por exemplo, enquanto um incêndio de classe A pode ser apagado com segurança com água, por outro lado um incêndio de classe C não pode. 

Para entender melhor como ocorrer uma combustão, convidamos você o seguinte post:

Entenda a queima do gás de cozinha para economizar

Os produtos químicos dos extintores de incêndio

Quais produtos químicos são usados em um extintor de incêndio? Como eles trabalham para apagar incêndios? Então, são perguntas importantes, pois os extintores de incêndio, se usados corretamente, salvam muitas vidas.

Então, o uso do produto químico em extintores de incêndio depende de sua finalidade. Por exemplo, extintores portáteis aqueles de carro eles contêm dióxido de carbono (CO2) e nitrogênio (N2).

Agora, outros extintores podem conter um pó, por exemplo, bicarbonato de potássio (KHCO3), água líquida (H2O), entre outros produtos. Esses equipamentos funcionam absorvendo o calor e cortando o fornecimento de oxigênio do fogo.

Extintores de água

Então, a capacidade superior de resfriamento da água em relação a outros agentes extintores o torna particularmente eficaz em incêndios envolvendo combustíveis comuns, por exemplo madeira, papel, tecidos ou borracha.

Extintores de dióxido de carbono

Bom, armazena-se o dióxido de carbono (CO2) em extintores na fase líquida. Dessa forma, quando ele é liberado vaporiza, sufocando assim um incêndio, pela extinção do ar, principalmente o O2 necessário para a combustão.

Então, os extintores de dióxido de carbono (CO2) são preferíveis aos extintores de água ou pó químico seco em incêndios ocorrem em locais que tem água e incrustação de equipamentos elétricos, eletrônicos ou de laboratório delicados.

Extintores químicos secos

Bom, você pode encontrar muitos tipos de agentes extintores químicos secos. Por exemplo, bicarbonato de sódio (NaHCO3); a base de bicarbonato de potássio (KHCO3); e fosfato monoamônico (ou mono fosfato de amônio, NH4H2PO4).

Como funciona o bicarbonato de sódio

Então, só para informar a você que bicarbonato de sódio (NaHCO3) foi o primeiro agente extintor químico seco. Além disso, ele é usado como produto químico seco para incêndios das classes A, B e C. Por outro lado, o produto químico atualmente disponível é uma mistura composta principalmente de bicarbonato de sódio com vários aditivos para melhorar as características de fluxo e armazenamento.

Para apagar o fogo, o bicarbonato de sódio (NaHCO3) se decompõe na temperatura de 270 °C de acordo com a seguinte reação:

2NaHCO3 → H2O + CO2 + Na2CO3

Observe que dois produtos de decomposição da reação são a água e CO2 que combatem o geralmente combatem incêndios. Não podemos esquecer o próprio pó de carbonato de sódio que também atua como agente abafador inerte. Além disso, a reação é endotérmica de decomposição do bicarbonato de sódio (NaHCO3), por isso absorve o calor do fogo e isso ajuda a reduzir a temperatura. Bom, em um extintor de incêndio com bicarbonato de sódio (NaHCO3), o pó é expelido de seu recipiente com a ajuda do nitrogênio (N2) ou dióxido de carbono (CO2) sob pressão.

Então, para que serve o fosfato monoamônico?

Bom, esse produto químico serve para apagar fogos de líquidos e gases inflamáveis, materiais combustíveis comuns e equipamentos elétricos. Ou seja, o fosfato de monoamônico (NH4H2PO4) é indicado para os incêndios das classes A, B, C (por isso, é um extintor ABC, polivalente).

Em princípio, recomenda-se esse produto para fogos quando a água encanada não estiver disponível. Além disso, ele tem propriedades físicas semelhantes ao bicarbonato de sódio (NaHCO3), mas ele é mais eficaz em incêndios de líquidos inflamáveis.

Uma vez que, o fosfato monoamônico (NH4H2PO4) forma uma camada ao ser fundido com a temperatura do fogo. Então, ele dilata e forma uma barreira que evita a entrada de oxigênio (O2), e dessa forma, o fosfato monoamônico (NH4H2PO4) apaga o fogo. Bom, ele é utilizado nos incêndios em madeira, papel, tecido, plásticos, líquidos inflamáveis e gases combustíveis. Além disso, recomenda-se esse produto químico para instalações residenciais, automotivas e industriais, sendo mais eficiente que os extintores BC, pois não conduzem eletricidade. Todavia, você não pode usá-lo para circuitos eletrônicos, porque ele é muito corrosivo.

Cuidado, você não deve misturá-lo com bicarbonato, porque pode ocorrer uma reação química no extintor. Dessa forma, dentro extintor pode formar dióxido de carbono (CO2) e outros gases. Além disso, o acúmulo de pressão pode romper o extintor.

Além disso, é importante ressaltar que o fosfato monoamônio (NH4H2PO4) possui 9% de nitrogênio amoniacal, portanto a concentração de amônia e tão baixa que não causa intoxicação ao ser humano.

Os aditivos usados nos extintores

Assim, o principal entre os aditivos é um polímero de silicone. Em princípio, esse polímero evita a absorção de umidade e, dessa forma, a aglomeração de produtos químicos do incêndio. Para isso, ele interrompe a propagação da chama. Além disso, o polímero tem duas propriedades importantes para o controle de incêndio, que são alta resistividade elétrica e inexistência de toxicidade.

Por isso, você pode usar extintores químicos secos para extinguir incêndios causados por líquidos inflamáveis, gases e equipamentos elétricos. Por outro lado, eles não são eficazes para apagar incêndios causados por combustíveis.

Fonte

Fire Extinguisher – Science Direct

Korseen

Medium.com

Mocelin

Wikipedia

Sair da versão mobile