Ícone do siteClube da Química

Átomos no grafeno melhoram suas propriedades

Interação grafeno e outros átomos

Átomos no grafeno melhoram suas propriedades, sim ou não? Então, o grafeno é feito de uma camada bidimensional de átomos de carbono dispostos em uma rede hexagonal. As fortes ligações entre os átomos de carbono tornam o grafeno extremamente estável e flexível. É também um excelente condutor elétrico através do qual a eletricidade pode fluir com quase nenhuma perda.

Então, a incorporação de átomos “impuros” em um processo conhecido como “doping” expandem as propriedades distintivas do grafeno. Dessa forma, adicionam-se átomos que mudam os locais da condução, por exemplo, permitem o uso do grafeno como um minúsculo transistor e possibilite a construção de circuitos.

Em uma colaboração entre cientistas da Universidade de Basel e do Instituto Nacional de Ciência dos Materiais em Tsukuba no Japão, Universidade Kanazawa e Universidade Kwansei Gakuin no Japão, e Universidade Aalto na Finlândia, desenvolveram fitas de grafeno contendo átomos impuros.

Assim, eles substituíram determinados átomos de carbono na rede hexagonal por átomos de boro e nitrogênio usando química de superfície. Dessa forma, sob exposição ao calor até 400 °C, pequenas fitas de grafeno se formaram na superfície do ouro a partir dos precursores, incluindo átomos dopantes em locais específicos.

Considerações finais

Então, o assunto “Átomos no grafeno melhoram suas propriedades” foi interessante? Dessa forma, você tem que acessar mais posts sobre o grafeno aqui no Clube da Química. De qualquer forma convidamos você a descobrir um pouco mais nos posts abaixo. Acesse ai.

Mas, caso ainda tenha dúvida, não pense duas vezes junte-se a comunidade do Clube da Química para receber nossas novidades além de tirar suas dúvidas. Assim, conecte-se nas nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

Fonte

Science Daily

Sair da versão mobile