Ícone do siteClube da Química

Quem são os elementos de transição, metais e não metais

Tabela periódica

Sem sombras de dúvidas, a vida que conhecemos depende diretamente dos elementos químicos com suas combinações. Nesse sentido, por exemplo, veja a água, possui dois elementos químicos: hidrogênio e oxigênio. Mas, por outro lado, quando você observa a molécula de oxigênio do ar você verá apenas um elemento, todavia combinando com ele mesmo.

Por falar em elementos químicos, não se pode esquecer dos seus descobridores e principalmente, Mendeleev, o russo que conseguiu organizar os elementos de um forma periódica e sistematizada. Ou seja, Mendeleev conseguiu observar uma relação entre os elementos químicos diferentemente de outros cientistas de sua época.

Mas, como nós vemos os elementos químicos hoje. Quando se fala em elemento químico atualmente vem logo em nossas lembranças, a tabela periódica com todos aqueles elementos. Bom, também vem que a ideia da organização deles em termos de classificação. Assim, apresentamos para você os elementos segundo eles serem elementos de transição, metais e não metais (também conhecidos como ametais).

Mas, afinal de contas, o que são os elementos de transição?

Os elementos de transição

Os elementos de transição são um grupo de elementos químicos localizados na tabela periódica entre os metais alcalinos e os elementos representativos. Eles possuem o nome de “elementos de transição” porque suas propriedades químicas exibem uma transição gradual entre os metais alcalinos (grupos 1 e 2) e os elementos representativos (grupos 13 a 18).

Os elementos de transição incluem os seguintes grupos:

O que são metais

Metais são elementos químicos que possuem algumas características distintivas. Por exemplo:

Em princípio, atribuem-se essas características à estrutura química dos metais e à maneira como seus elétrons se organizam-se.

Os metais têm uma estrutura cristalina, o que significa que seus átomos estão organizados em um padrão regular repetitivo, que os elétrons se movimentem livremente entre os átomos. Dessa forma, eles formam uma “nuvem” de elétrons deslocalizados. Essa nuvem de elétrons é responsável pela alta condutividade elétrica e térmica dos metais.

Além disso, os metais tendem a perder elétrons facilmente, tornando-se íons positivos. Por isso, eles tem a tendência à oxidação. Além disso, os metais são geralmente bons agentes redutores, capazes de ceder elétrons para outras substâncias durante reações químicas.

Existem vários metais conhecidos, por exemplo: ferro, cobre, alumínio, zinco, prata, ouro, chumbo, níquel, estanho, titânio e muitos outros. Além disso, os metais têm uma ampla gama de aplicações na indústria, construção, eletrônica, transporte, medicina e em muitos outros setores devido às suas propriedades únicas.

Descubra os não metais

Os não metais são elementos químicos que possuem propriedades diferentes dos metais. Eles são geralmente gases, como oxigênio (O2) e nitrogênio (N2) ou sólidos frágeis, como enxofre (S) e fósforo (P) à temperatura ambiente. Além disso, os não metais apresentam características opostas às dos metais em termos de condutividade elétrica e térmica, brilho metálico, maleabilidade e dureza.

Então, vamos conhecer as principais características dos não metais que são:

  1. Condutividade: Os não metais são maus condutores de eletricidade e calor. Eles não possuem a nuvem de elétrons deslocalizados encontrada nos metais, o que limita sua capacidade de conduzir eletricidade.
  2. Brilho: Os não metais não têm brilho metálico característico. Geralmente, eles têm aparência opaca ou podem ser transparentes, como no caso do oxigênio e do nitrogênio gasosos.
  3. Maleabilidade e dureza: Os não metais são geralmente quebradiços quando sólidos e não podem ser facilmente moldados ou esticados em fios, como os metais. Eles tendem a ser mais frágeis e menos maleáveis.
  4. Tendência à ganhar elétrons: Ao contrário dos metais, os não metais têm uma tendência maior de ganhar elétrons durante as reações químicas, tornando-se íons negativos ou anions. Eles são bons agentes oxidantes e tendem a reagir com os metais.

Alguns exemplos de não metais incluem hidrogênio (H), carbono (C), nitrogênio (N), oxigênio (O), flúor (F), fósforo (P), enxofre (S), iodo (I), bromo (Br) e hélio (He). Os não metais desempenham papéis essenciais em várias áreas, como na formação de compostos orgânicos, na composição do ar atmosférico e em processos biológicos.

Considerações finais

Então, o assunto “Quem são os elementos de transição, metais e não metais” foi interessante? Dessa forma, você tem que acessar mais posts sobre os elementos químico, por isso convidamos você a acessar a seção da tabela periódica aqui no Clube da Química. Acesse ai.

Mas, caso ainda tenha dúvida, não pense duas vezes junte-se a comunidade do Clube da Química para receber nossas novidades além de tirar suas dúvidas. Assim, conecte-se nas nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

Sair da versão mobile