Ícone do siteClube da Química

O Átomo e as Moléculas na Perspectiva de Lewis

Gilbert N. Lewis

O Átomo e as Moléculas na Perspectiva de Lewis mostra para você como era a visão deste grande cientista quando se trata de substâncias químicas. Então, desde a sua introdução pelo químico americano Gilbert N. Lewis em 1916, as estruturas de Lewis têm servido como uma ferramenta essencial para compreender a química dos átomos e das moléculas. Nesta jornada pela estrutura molecular, exploraremos como os átomos se unem para formar moléculas, guiados pelas regras simples estabelecidas por Lewis.

O Átomo: A Unidade Básica da Matéria

O átomo é a unidade básica da matéria, composto por um núcleo central contendo prótons e nêutrons, cercado por uma nuvem de elétrons em órbita. Em principios, os elétrons, localizados em diferentes camadas ou níveis de energia, determinam as propriedades químicas do átomo. Assim, dos elementos mais simples, como hidrogênio e hélio, aos complexos, como carbono e oxigênio, cada átomo busca estabilidade por meio da configuração eletrônica.

Configuração Eletrônica e a Regra do Octeto

A princípio, a configuração eletrônica de um átomo refere-se à distribuição de seus elétrons em camadas de energia. Segundo a Regra do Octeto, os átomos tendem a ganhar, perder ou compartilhar elétrons para alcançar uma configuração eletrônica estável, com oito elétrons na camada externa. Isso resulta em uma estrutura molecular mais estável e menos reativa.

Moléculas: União de Átomos por Compartilhamento de Elétrons

As moléculas são formadas quando dois ou mais átomos se unem por meio de ligações químicas. Então, na perspectiva de Lewis, as ligações químicas ocorrem principalmente por compartilhamento de elétrons. Cada átomo contribui com elétrons para formar pares de elétrons compartilhados, conhecidos como ligações covalentes.

Estruturas de Lewis: Representando a Química Molecular

As estruturas de Lewis são diagramas que representam os elétrons de valência dos átomos e as ligações entre eles em uma molécula. Elas fornecem uma maneira simples de entender a ligação em moléculas e prever sua geometria. Os átomos são representados por seus símbolos químicos, e os elétrons de valência são mostrados como pontos ou linhas ao redor dos átomos.

Passos para Desenhar Estruturas de Lewis

  1. Contagem de Elétrons de Valência: Determine o número total de elétrons de valência para todos os átomos na molécula.
  2. Desenho da Estrutura Esquelética: Determine a disposição dos átomos na molécula e conecte-os com ligações simples.
  3. Distribuição de Elétrons: Coloque pares de elétrons entre os átomos para formar ligações e distribua os elétrons restantes como pares solitários em átomos terminais para satisfazer a regra do octeto.
  4. Verificação de Octetos: Certifique-se de que cada átomo (exceto hidrogênio) tenha um octeto completo de elétrons. Se necessário, forme ligações duplas ou triplas para satisfazer a regra do octeto.
  5. Cálculo de Carga Formal: Calcule a carga formal em cada átomo para garantir a disposição mais estável.

Aplicações das Estruturas de Lewis

As estruturas de Lewis são particularmente úteis para entender a geometria molecular, prever a reatividade química e determinar as forças relativas de ligações dentro de uma molécula. Elas são fundamentais para o estudo de uma variedade de fenômenos químicos, desde a formação de compostos simples até a síntese de substâncias complexas.

Conclusão

A princípio, a jornada pela estrutura molecular nos conduziu através do intricado mundo dos átomos e das moléculas, guiados pela visão pioneira de Gilbert N. Lewis. Assim, ao desvendar as complexidades da química molecular por meio das estruturas de Lewis, ganhamos uma compreensão mais profunda das interações que moldam o nosso mundo químico. Dessa forma, que essa jornada inspire novas descobertas e avanços na ciência da química.

Considerações finais

Então, o assunto “O Átomo e as Moléculas na Perspectiva de Lewis” foi interessante? Dessa forma, você tem que acessar mais posts sobre Histórias da Química no Clube da Química. De qualquer forma convidamos você a descobrir um pouco mais nos posts abaixo. Acesse ai.

Mas, caso ainda tenha dúvida, não pense duas vezes junte-se a comunidade do Clube da Química para receber nossas novidades além de tirar suas dúvidas. Assim, conecte-se nas nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

e

Linkedin

Sair da versão mobile