Novo processo para criar drogas anticancerígenas

A nova técnica usa uma nova abordagem de síntese para uma classe de compostos orgânicos conhecidos como terpenóides tetracíclicos. Os terpenóides tetracíclicos são responsáveis ​​por mais de 100 medicamentos aprovados pela FDA e são considerados a classe mais bem-sucedida de produtos farmacêuticos inspirados em produtos naturais.

O processo combina duas novas reações químicas que estabelecem ligações entre os átomos de carbono com uma reação única de formação de anéis centrada em metal.  A nova técnica permite unir blocos de construção moleculares em rota para um esqueleto terpenóide em apenas algumas transformações químicas. O resultado é um meio excepcionalmente eficiente e flexível de possibilitar a descoberta de drogas nessa área da ciência medicinal focada em produtos naturais. Combinadas, essas reações permitem a exploração química do ponto de vista farmacêutico, através da conversão direta de produtos químicos baratos e comercialmente disponíveis em compostos de alto valor e relevantes para a indústria farmacêutica.

O trabalho inicial da equipe de pesquisa já levou à descoberta do que poderia ser o modulador mais potente e seletivo do receptor de estrogênio beta, um receptor de hormônio nuclear que é de grande interesse na indústria como um alvo terapêutico para uma ampla variedade de doenças.

Para demonstrar o valor da técnica, o estudo descreve a descoberta de uma molécula que é seletivamente tóxica para o glioblastoma – um tumor cerebral agressivo e letal – enquanto mostra pouco efeito sobre células-tronco neurais humanas não-cancerosas e astrócitos humanos.

A equipe está atualmente realizando testes in vivo do novo agente terapêutico e desenvolvendo ainda mais os aspectos químicos da plataforma tecnológica emergente.

Leia também
Inteligência artificial procura novas drogas anticâncer
Química de clique e a descoberta de 39 drogas anticancer
Nanopartículas biodegradáveis no tratamento de câncer de ovário
A influência da dieta no câncer de mama
Magnetita um óxido de ferro usado no tratamento do câncer

Fonte: Global Health News Wire