Joseph Black: o médico químico e o dióxido de carbono

Joseph Black um escocês que foi médico e químico. Ele viveu de 16 de abril de 1728 a 06 de dezembro de 1799. Como professor de anatomia e química das Universidades de Glasgow e Edimburgo foi responsável pelas descobertas de calor latente, calor específico e dióxido de carbono. No caso do dióxido de carbono, Black explorou a produção deste gás em várias reações. Ele descobriu que o calcário (carbonato de cálcio) quando era aquecido ou tratado com ácidos produzia um gás. Como na época ainda não eram conhecidas muitas substâncias ele chamou produzido a partir de reação com o carbonato de “ar fixo”. Ele observou que o ar fixo era mais denso que o ar. Black constatou que o ar fixo era incapaz de manter a vida animal. Outra observação importante de Black foi que ao borbulhar o ar fixo em uma solução aquosa de cal (hidróxido de cálcio) ocorria a precipitação do carbono de cálcio. A partir dessa observação, Black conseguiu mostrar o ar fixo também era produzido pela respiração de animais e fermentação microbiana.

Leia também

Metano versus dióxido de carbono

Nanomáquinas que capturam dióxido de carbono

O vilão dióxido de carbono é preso

O dióxido de carbono e o aquecimento global

O efeito estufa causado pelos aviões