Tudo sobre a chuva ácida com dióxido de enxofre

Chuva ácida

Bom, o dióxido de enxofre (SO2) é um gás incolor, denso, tóxico, não inflamável, com um odor sufocante. Então, os vulcões naturalmente expelem dióxido de enxofre (SO2). Além disso, ele é formado da combustão do enxofre ao ar, sendo também produto final da combustão e degradação da matéria orgânica contendo este elemento.

dióxido de enxofre
Dióxido de enxofre

Em princípio, utiliza-se o dióxido de enxofre (SO2) como conservante em diversos alimentos e bebidas. Dessa forma, ao se combinar com o oxigênio (O2) que ataca ele preserva o produto.  Além disso, ele ajuda a manter as cores e sabores das frutas secas e sucos de frutas por mais tempo. Na indústria do vinho, o dióxido de enxofre (SO2) ajuda a inibir o crescimento de leveduras selvagens e de bactérias que azedariam o suco de uvas.

Todavia, um dos problemas do dióxido de enxofre (SO2) na atmosfera é a chuva ácida. Vamos colocar aqui as causas e convidamos você descobrir com ela ocorre ao longo deste post. Vamos lá, então.

Causas da presença de dióxido de enxofre na chuva ácida

Bom, o mundo de hoje em dia tem várias substâncias químicas que afeta nossa qualidade de vida. Por exemplo, o aquecimento global causado pelos gases do efeitos estufa. Assim, a queima de combustíveis tornou a chuva mais ácida ainda. Dessa forma, monumentos de grandes artistas estão sendo de degradados. Aqui no Clube da Química nós publicamos alguns artigos sobre os efeitos da chuva ácida, o que nos permite convidá-lo a descobrir mais sobre esse fenômeno da natureza que está cada vez mais perigoso: Acesse aí, depois comente. Valeu

Maiores fontes de dióxido de enxofre

Então, fontes naturais como vulcões são responsáveis por 35–65% das emissões totais de dióxido de enxofre (SO2), o restante pela queima de combustíveis contendo enxofre e a torrefação de minérios de sulfeto metálico.

Bom, usinas termelétricas que queimam carvão com alto teor de enxofre ou óleo de aquecimento são as principais fontes de emissões antrópicas de dióxido de enxofre  (SO2) em todo o mundo, depois as caldeiras industriais e fundições de metais não ferrosos. Por outro lado, as emissões da queima de carvão doméstico e de veículos também contribuem por altas concentrações de dióxido de enxofre (SO2).

Portanto, cerca de 200 bilhões de quilogramas de enxofre por ano atingem o céu provenientes de fontes industriais, juntando-se aos 300 bilhões de quilogramas que a natureza oferece.

O dióxido de enxofre e a chuva ácida

A princípio, a chuva ácida ocorre quando o dióxido de enxofre (SO2) e os óxidos de nitrogênio (NOX) estão na atmosfera e são transportados pelo vento e pelas correntes de ar. O dióxido de enxofre (SO2) e óxidos de nitrogênio (NOX) reagem com água (H2O), oxigênio (O2) e outros produtos químicos para formar ácidos sulfúrico (H2SO4) e nítrico (HNO3). Estes então se misturam com água e outros materiais antes de cair no chão.

Como são as sequências formação de ácido sulfúrico

Embora, o enxofre (S) se apresente na forma de diferentes compostos, a sua reação principal é :

S(g) + O2(g) → SO2(g)

Como o dióxido de enxofre (SO2) é solúvel em água (H2O), isso faz com que gotículas de água presente na atmosfera reaja com este gás formando:

SO2(g) + H2O(l) → H2SO3(aq)

Outras substâncias (R) quando estão presentes na atmosfera se incorporam às gotículas de água das nuvens e oxidam ou servem como catalisadoras para a reação de oxidação do ácido sulfuroso (H2SO3) a ácido sulfúrico (H2SO4):

H2SO3(aq) + R(oxidantes) → H2SO4(aq)

O dióxido de enxofre (SO2) além de ser um formador de chuva ácida, pode afetar a saúde dos seres vivos.

Principais fontes de dióxido de enxofre

Enquanto uma pequena parte do dióxido de enxofre (SO2) e óxidos de nitrogênio (NOX) que causam chuva ácida é de fontes naturais como vulcões, a maior parte vem da queima de combustíveis fósseis. As principais fontes de dióxido de enxofre (SO2) e óxidos de nitrogênio (NOX) na atmosfera são:

  • Queima de combustíveis fósseis para gerar eletricidade. Dois terços do SO2 e um quarto do NOX na atmosfera vem de geradores de energia elétrica
  • Veículos e equipamentos pesados
  • Manufatura, refinarias de petróleo e outras indústrias

Consequências das chuvas ácidos por dióxido de enxofre

Bom, dependendo de sua quantidade na atmosfera, por exemplo, causa danos na vegetação em apenas 8 horas de exposição, doenças crônicas do pulmão. Mas, a deposição de ácido também afeta estruturas feitas pelo homem. Dessa forma, os efeitos mais notáveis ​​ocorrem em mármore e calcário, que são materiais de construção comuns encontrados em muitas estruturas históricas, monumentos e lápides.

Então, dióxido de enxofre (SO2), um precursor da chuva ácida, pode reagir diretamente com o calcário na presença de água para formar gesso, que eventualmente se desprende ou é dissolvido pela água. Além disso, a chuva ácida pode dissolver calcário e mármore através do contato direto.

Então, gostou? Bom, então comente e visite nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

Fonte

Britannica

EPA

One thought on “Tudo sobre a chuva ácida com dióxido de enxofre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.