A importância da recristalização química na purificação de substâncias

Cristais

Qual a importância da recristalização química na purificação de substâncias? A princípio, a recristalização química é um processo utilizado em química e ciências dos materiais para purificar compostos sólidos. Assim, esse método é especialmente útil quando se deseja separar impurezas de um sólido, obtendo um produto mais puro e com maior grau de cristalinidade.

A recristalização química é uma técnica muito utilizada em laboratórios de química para purificar compostos sólidos. Uma vez que ela é capaz de remover impurezas de forma eficiente e fornecer produtos com alta qualidade e pureza. Além disso, é importante ressaltar que esse método depende da diferença de solubilidade entre o composto desejado e as impurezas na solução, tornando-se uma técnica eficaz quando essas diferenças são significativas.

Os 5 passos da recristalização química

Então, a recristalização química é um processo que geralmente envolve 5 passos. Dessa forma, vamos apresentá-los para você.

1. Dissolução

Então, primeiro se dissolve o composto sólido impuro em um solvente aquecido em um recipiente adequado. A quantidade de solvente usado é importante para garantir que o composto se dissolva completamente na temperatura elevada.

2. Filtração

Ainda quente, filtra-se a solução para remover qualquer impureza insolúvel presente no sólido original. Dessa forma, utiliza-se um filtro para separar o sólido indesejado, retendo apenas a solução purificada.

3. Precipitação

Após a filtragem, resfria-se a solução lentamente. À medida que a temperatura diminui, a solubilidade do composto diminui e ele começa a cristalizar novamente, formando cristais puros.

4. Separação

Nesta etapa, separa-se os cristais puros do restante da solução através de filtração ou centrifugação. Em seguida, lavam-se os cristais com um solvente frio para remover qualquer resíduo de impureza superficial.

5. Secagem

Por fim, os cristais puros são secos cuidadosamente para remover qualquer traço de solvente, resultando no composto final com alto grau de pureza.

Alguns exemplos de recristalização

Então, a recristalização tem muitas aplicações em diversos campos da química e ciências dos materiais. Dessa forma, colocamos aqui para você alguns exemplos de recristalização química de compostos sólidos. Então, vamos lá.

Recristalização de ácido benzoico: O ácido benzoico é um exemplo clássico de um composto purificado por recristalização. Dessa forma, dissolve-se o ácido benzoico em água quente, e resfria-se a solução lentamente. À medida que o solvente esfria, o ácido benzoico cristaliza novamente, formando cristais puros. Ou seja, deixam-se as impurezas solúveis em água para trás na solução. Assim, separam-se os cristais puros de ácido benzoico por filtração, resultando em um produto altamente purificado.

Recristalização de aspirina (ácido acetilsalicílico): A aspirina é um medicamento comum usado para alívio de dores e redução de inflamações. Durante a síntese da aspirina normalmente formam-se impurezas, como o ácido salicílico. Dessa forma, emprega-se a recristalização química para purificar a aspirina. Para isso, dissolve-se o composto em etanol ou álcool etílico quente e, à medida que a solução esfria, a aspirina cristaliza novamente em sua forma pura. Então, purifica-se a aspirina por filtração.

Recristalização de sulfato de cobre (CuSO4): O sulfato de cobre é um composto inorgânico muito presente em laboratórios e indústrias. Mas, durante sua preparação, podem estar presentes impurezas indesejadas. Dessa forma, a purificação do sulfato de cobre é normalmente por processo de recristalização. Para isso, dissolve-se o sulfato de cobre em água quente seguida de resfriamento lento. Os cristais puros de sulfato de cobre se formam, e as impurezas ficam na solução. Ou seja, separam-se os cristais de sulfato de cobre por filtração.

Aplicações da recristalização

Considerações finais

Então, o assunto “A importância da recristalização química na purificação de substâncias” foi interessante? Dessa forma, você tem que acessar mais posts sobre Química ambiental no Clube da Química. De qualquer forma convidamos você a descobrir um pouco mais nos posts abaixo. Acesse ai.

Mas, caso ainda tenha dúvida, não pense duas vezes junte-se a comunidade do Clube da Química para receber nossas novidades além de tirar suas dúvidas. Assim, conecte-se nas nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *