Um mapa mental da Tabela periódica

No post “Ensinar a tabela periódica” nós tratamento do fato dos livros de ensino médio na abordam a tabela periódica como deveria. Uma das coisas que verificamos é que os livros são didáticos quando se tratar da tabela periódica. Uma maneira recomendada para aprender a tabela periódica é ter consciência que não se aprende em apenas um dia. No post “como aprender química rapidamente” colocamos algumas técnicas que você pode utilizar no seu processo de aprendizagem, como revise e estude o material antes de ir para a sala de aula, busque sempre o entendimento e não a memorização, faça boas anotações, pratique diariamente, forme grupos de estudo, divida as sua tarefas em pequena etapas. Abaixo apresentamos um vídeo no qual você pode assistir todos os dias ou momentos até ter as principais informações existentes na tabela periódica. 

 

Leia também 

O nascimento da tabela periódica

A revolução da tabela periódica

O nascimento da tabela periódica

Não podemos esquece de falar de quem descobriu a tabela periódica. No post “história da Tabela Periódica” Mendeleiv após exaustivo trabalho  viu num sonho uma tabela em que todos os elementos se encaixavam de acordo com a ordem de seus pesos atômicos e de suas propriedades, se repetindo numa série de intervalos periódicos. Com esta certeza Mendeleiev questionou o peso atômico de alguns elementos químicos conhecidos na época, sugerindo que foram calculados errados. Na sua tabela havia muitas lacunas peso atômicos, cujo objetivo era elementos que ainda não haviam sido descobertos na época.  Por essa razão, chamou sua descoberta de Tabela Periódica dos Elementos Químicos e foi publicada no seu livro Princípios da Química em 1869. A Tabela Periódica proposta por Mendeleiev passou por muitas mudanças desde a sua descoberta, porém as versões modernas continuam incontestavelmente baseada na concepção dele.