Índia o maior emissor mundial de dióxido de enxofre

O dióxido de enxofre (SO2) é um dos principais poluentes que contribuem para as mortes por poluição do ar em todo o mundo. Além de seus efeitos adversos à saúde, o dióxido de enxofre aumenta a quantidade de partículas finas (PM2,5). O PM2,5 é considerado o poluente do ar com maior impacto na saúde pública.

Infelizmente, a Índia adquiriu recentemente a dúbia distinção de ser o maior emissor mundial de dióxido de enxofre, ultrapassando Rússia e China. A Índia agora responde por mais de 15% das emissões antropogênicas globais, de acordo com um novo estudo do Greenpeace. O Greenpeace analisou as emissões rastreadas pelo satélite de instrumentos de monitoramento de ozônio da Nasa para constatar e classificar a Índia como maior emissor de dióxido de enxofre.

O estudo do Greenpeace identificou que as usinas termelétricas são as grandes responsáveis pela emissão de dióxido de enxofre na Índia. O estudo observa que dois terços de todas as emissões antropogênicas de dióxido de enxofre são provenientes de usinas de energia e refinarias de petróleo. As principais fontes de emissão de dióxido de enxofre na Índia são Singrauli em Madhya Pradesh, Neyveli e Chennai em Tamil Nadu, Talcher e Jharsuguda em Odisha, Korba em Chhattisgarh, Kutch em Gujarat, Ramagundam em Telangana e Chandrapur e Koradi em Maharashtra. Quase todas as emissões de dióxido de enxofre na Índia são provenientes da queima de carvão, afirma o relatório. A Índia consumiu 965 milhões de toneladas de carvão em 2018-19 – três quartos dos quais foram extraídos no mercado interno. A maior parte disso é usada em usinas a carvão, responsáveis por 74% da geração de eletricidade da Índia.

Todavia, dados da NASA destacam outras grandes fontes de dióxido de enxofre em todo mundo, como complexo de fundição Norilsk na Rússia como o ponto mais alto de emissão de dióxido de enxofre no mundo, seguido por Kriel na província de Mpumalanga na África do Sul e Zagroz no Irã.

Leia também

Dióxido de enxofre

A descoberta do teflon

Qual o gosto de uma cerveja de 1840?

12 fatos interessantes sobre o ácido sulfúrico

Fonte:

Prensa latina

Chemistry Word