Qual família do elemento químico Mercúrio

Contaminação por Mercúrio

Qual família do elemento químico Mercúrio (Hg)? Então, o mercúrio é o terceiro elemento da décima segunda coluna da tabela periódica. Além disso, ele se classifica como um metal de transição. 

Características e propriedades

A princípio, na família do mercúrio, ele é o único metal líquido e brilhante, pesado e prateado a temperatura ambiente. Assim, mesmo a temperatura ambiente o mercúrio é muito venenoso e, assim, devemos ter muito cuidado. Porque quando  você entrar em contato com o mercúrio, ele poderá entrar no seu corpo via o ar, pela pele ou pela ingestão de alimentos com mercúrio.

Dessa forma, a gravidade da contaminação por mercúrio é tão alta que se realizou a Convenção de Minamata (acesse o post “A convenção de Minamata em Mercúrio” para você descubrir mais sobre a gravidade do mercúrio). Mas, colocamos aqui para você algumas decisões tomadas na Convenção. Por exemplo:

  • Proibir a exploração de novas minas de mercúrio
  • Eliminar progressivamente as minas de mercúrio em funcionamento
  • Medidas de controle sobre emissões atmosféricas de mercúrio
  • Regulamentação internacional da mineração de ouro.

Por outro lado, quando o mercúrio entra em contato com outros metais, ele os dissolve e forma uma nova substância chamada amálgama, exceto o ferro. 

Onde você encontra o mercúrio na Terra?

A princípio, você é raro você encontrar o mercúrio na crosta terrestre. Às vezes é possível encontrar o mercúrio em seu estado livre, mas geralmente ele faz parte de minérios como cinábrio, estonita viva e corderoita. Por outro lado, a maior parte da produção de mercúrio vem da mineração de cinábrio, um minério vermelho brilhante.

Por muitos anos, a Espanha e a Itália foram os maiores produtores de mercúrio. A Espanha extraiu mercúrio para usá-lo em seu processo de mineração de prata na América do Sul. Hoje, a maior parte do mercúrio é extraída da China e do Quirguistão.

Como aplicamos o mercúrio?

Então, utiliza-se o mercúrio em uma variedade de aplicações, mas devido aos problemas de toxidez o seu uso é bastante restrito. Devido às suas características de alta densidade e expansão térmica, o mercúrio faz parte de instrumentos de medição como termômetros e barômetros. Uma das principais aplicações hoje em dia são as lâmpadas fluorescentes e as lâmpadas de vapor de mercúrio. Outras aplicações do mercúrio incluem obturações dentárias, telescópios, cosméticos e vacinas.

Como ocorreu a descoberta do mercúrio?

Bom, a humanidade conhece o mercúrio desde os tempos antigos, por exemplo existem registros de seu uso por civilizações como o Egito Antigo e a China Antiga. Assim, o primeiro imperador da China, Qin Shi Huang acreditava que o mercúrio era parte do Elixir da Vida e o ajudaria a viver para sempre.

Por muitos anos, os alquimistas pensaram que o mercúrio era a “matéria-prima” e que todos os outros metais viriam do mercúrio. Nesse sentido, eles usaram o mercúrio para fazer ouro sem sucesso.

De onde o mercúrio tirou seu nome?

Mercúrio recebe o nome do planeta Mercúrio; ou seja, o nome do rápido mensageiro dos deuses romanos. Mas, ele recebeu esse nome porque fluiu rapidamente em sua forma líquida. O símbolo Hg vem da palavra latina “hydragyrum” que significa “prata líquida”.

Isótopos

Mercúrio tem sete isótopos estáveis. O mais abundante na natureza é o Mercúrio-202, que compreende cerca de 30% de todo o mercúrio.

Fatos interessantes sobre mercúrio

    • O mercúrio é o único metal líquido à temperatura ambiente, mas ele se torna um sólido a -38,83 °C e um gás a 356,7 °C.
    • Alguns peixes, como o espadarte e o tubarão, podem conter altos níveis de mercúrio.
    • Vários países proibiram o uso do mercúrio, destacam-se Noruega, Suécia e Dinamarca.
    • O termo “louco como um chapeleiro” vem de fabricantes de chapéus que enlouqueceram respirando vapores de mercúrio dos produtos químicos usados ​​na fabricação de chapéus.
    • Nunca segure o mercúrio com as mãos, pois ele pode penetrar na pele e envenenar você.
    • Evite deixar o mercúrio livre no ambiente, pois ele irá evaporar no ar e pode envenená-lo ao respirar.

Considerações finais

Então, o assunto “Qual família do elemento químico Mercúrio” foi interessante? Dessa forma, você tem que acessar mais posts sobre o mercúrio aqui no Clube da Química. Acesse ai.

Mas, caso ainda tenha dúvida, não pense duas vezes junte-se a comunidade do Clube da Química para receber nossas novidades além de tirar suas dúvidas. Assim, conecte-se nas nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *