O que são compostos organoclorados

compostos organoclorados

O que são compostos organoclorados? Então, ao longo da história humana milhões de novos produtos químicos foram sintetizados. Por outro lado, você deve está imaginando aqueles produtos que causam danos à saúde humanas. Você muito provavelmente deve conhecê-los como químicos. Se por um lado, o homem vive as melhorias dos novos produtos, por outro lado, ele vive o lado negativo desses produtos. Então, um dos principais efeitos desses produtos é a poluição.

Bom, devemos falar para você que existem dois tipos de poluição a natural e a causada pelo homem. Assim, a poluição natural é aquela causada, por exemplo, por  microrganismos, vírus, metais potencialmente tóxicos. Então, esses poluentes estão presentes em minas e atividades vulcânicas entre outros locais.

Por outro lado, os produtos químicos sintéticos são aqueles desenvolvidos pelo homem. Por exemplo, pesticidas; produtos de higiene pessoal; tinturas; resíduos farmacêuticos e resíduos industriais. Então, sem sombras de dúvidas, o pesticidas causam muitos danos à saúde humana. Como você vai ver mais abaixo, os pesticidas estão presente constantemente no nosso dia a dia. 

Além disso, o registro deles nos órgãos públicos crescem assustadoramente com os mais variados usos. Segundo um artigo da Repórter Brasil o Governo brasileiro somente em 2019 mais de 28 registros de agrotóxicos para serem usados na agricultura brasileira. 

O que são pesticidas

Em princípio, os pesticidas são por definição grupos de substâncias químicas que matam organismos indesejáveis para preservar plantas e animais cultivados. Assim, o homem utiliza essas compostos como

  • Inseticidas
  • Fungicidas
  • Herbicidas
  • Moluscicidas
  • Bactericidas.

Ao acessar nosso post “Pesticidas, efeitos ao ambiente e saúde humana” você descobrirá que os pesticidas não são invenções recentes do homem. Dessa forma, muitas civilizações antigas usavam pesticidas para proteger suas plantações de insetos e pragas. Por exemplo, os antigos sumérios usavam enxofre elementar para proteger suas plantações de insetos. Por outro lado, fazendeiros medievais faziam experiências com produtos químicos à base de arsênico, chumbo em plantações comuns para combater pragas.

Agora, no Post “Pesticidas em nossas famílias” mostramos a você terá um surpresa desagradável que em pesquisas os cientistas descobriram que usamos mais de 1.500 produtos pesticidas.  Ao acessar o post você vai constatar que nossas famílias usam os pesticidas em casa para combater: fungos; insetos; ácaros; roedores; ervas daninhas; etc.

Então, sem perceber você está com aquela vontade de comer um morango. Ainda mais ao parar em um sinal está lá um vendedor de rua oferecendo aquele morango vermelhinho. Sem pensar duas vezes, o que você faz compra o famigerado morango. Acontece que o suculento morango por conter nele até 20 tipos de pesticidas diferentes. Meu amigo, clique aqui e leia o post “Menu de hoje: Salada de pesticidas, peixe com chumbo, fruta com plástico” para saber mais. 

O que são os organoclorados

Dentre todos os pesticidas, os pesticidas organoclorados são a classe mais perigosa de poluentes orgânicos. Dessa forma, esses pesticidas tem a capacidade de persistir por muitos anos e com alto e risco ao meio ambiente. Então, os organoclorados, chamados principalmente de inseticidas, pertencem ao grupo da família dos haletos orgânicos.  De 1940 a 1980, nós utilizamos os organoclorados amplamente para matar mosquitos tanto na agricultura quando em casa. Nós usamos, por exemplo, para matar os mosquitos que causam malária e tifo e, na agricultura, para controlar  pragas. Em princípio, os compostos abaixo nós consideramos como organoclorados:

  • DDT
  • Cloropropilato
  • Metoxicloro
  • Aldrin
  • DDD
  • BHC
  • Endosulfan
  • Dicofol
  • Lindano
  • Toxafeno
  • Isobenzano
  • Dieldrina
  • Isodrina
  • Clorobenziato
  • Clordano.

Quais são os problemas dos organoclorados?

Então, uma das características dos organoclorados é seu alto potencial de bioacumulação, além de ter efeitos prejudiciais a saúde humana. Assim, mais cedo ou mais tarde os organoclorados entram na cadeia alimentar dos organismos vivos. Ao entrar na cadeia alimentar, os organoclorados prejudicam sobretudo a saúde humana e meio ambiente.

Não sei se você já ouvi falar do DDT. Bom de qualquer forma, quando se trata de organoclorados não podemos deixar passar o DDT. O DDT quando começou a ser usado era considerado a salvação literalmente da lavoura. Assim, de 1930 a 1960 esse organoclorados era amplamente utilizados na lavoura mundialmente. Então, a redução começou quando a escritora Rachel Carson publicou o livro Silent Spring. No livro ela questiona os efeitos nocivos do DDT era nocivo para a vida selvagem. Veja mais detalhe no post “As controvérsias do uso do DDT“. 

Dessa forma, apresentamos abaixo uma Tabela que descreve a estrutura e propriedades físico-químicas de todos os organoclorados.

Nome do CompostoBanidoPersistência e usoMeia vidaEfeito em humanos
AldrinSudeste da ÁsiaModerada4-7 anosEfeitos neurotóxicos, reprodutivos, de desenvolvimento, imunológicos, genotóxicos, tumorigênicos, náuseas, vômitos, espasmos musculares e anemia aplástica
C12H9Cl6Inseticida
Diclorodifeniltricloroetano (DDT)EUA, Canadá, CingapuraAlta persistência2 a 15 anosSensação de formigamento na boca, náusea, tontura, confusão, dor de cabeça, letargia, incoordenação, vômito, fadiga, tremores nas extremidades, anorexia, anemia, fraqueza muscular, hiperexcitabilidade, ansiedade e tensão nervosa
C14H9Cl5Inseticida
Acaricida
1,1-dicloro-2,2bis (p-clorofenil) etano (DDD)BanidoAlta persistência5-10 anosDanos celulares e de DNA
C14H10Cl4Inseticida
Dicloro difenil dicloroetano (DDE)BanidoAlta persistência10 anosCisto nas mãos, coceira, psoríase, eczema, leucoderma, erupções cutâneas
C14H8Cl4Inseticida
DicofolNoruega, HolandaPersistência moderada60 diasDiminuição do peso corporal e neurotoxicidade aguda
C14H9Cl5OAcaricida
EndrinSudeste da ÁsiaPersistência moderada1 dia a 12 anosdor de cabeça, tontura, nervosismo, confusão, náuseas, vômitos e convulsões
C12H8Cl6Oinseticida
DieldrinSudeste da ÁsiaAlta persistência inseticida9 mesesEfeitos neurotóxicos, reprodutivos, de desenvolvimento, imunológicos, genotóxicos, tumorigênicos, náuseas, vômitos, espasmos musculares e anemia aplástica
C12H8Cl6O
MetoxicloroNão banido (uso)Alta persistênciaMais de 120 diasDistúrbios neurológicos e memória de curto prazo
C16H15Cl3O2inseticida
ClordanoSudeste da ÁsiaAlta persistência10 anosConvulsões, tumor, confusão mental e incoordenação
C10H6Cl8inseticida
HeptacloronósAlta persistência2 anosAtaque no sistema nervoso central
C10H5Cl7inseticida
LindanenósAlta persistênciaIsômero Alfa: 35 dias Isômero Beta: 150 diasDanifica o fígado, rim, sistemas neurais e imunológicos humanos e induz câncer de defeitos de nascença, causa neurotoxicidade, toxicidade reprodutiva e hepatotoxicidade
C6H6Cl6Acaricida
Inseticida
Rodenticida
EndosulfanÍndiaPersistência Moderada15 mesesDiminui a contagem de leucócitos e a migração de macrófagos, efeitos adversos no sistema imunológico humoral e mediado por células. Afeta a qualidade do sêmen, contagem de esperma, células espermatogônias, morfologia espermática e outros defeitos de hormônios sexuais masculinos
C9H6Cl6O3SInseticidadanos no DNA e mutação
AtrazinaNão banido (uso)Persistência Moderada66 a 106 diasSistema reprodutivo
C8H14ClN5Herbicida

Outros post que recomendamos você ler

Existe uma alternativa ao glifosato?

Glifosato: o herbicida que causa cancer

Os neonicotinóides e a extinção das abelhas

Fonte:

Himanshi Tyagi, Harshita Chawla, Hema Bhandari, Seema Garg, Recent-enhancements in visible-light photocatalytic degradation of organochlorines pesticides: A review, Materials Today: Proceedings, 2021

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.