Como a Alemanha reduzirá o aquecimento global

Usina de aterro de dióxido de carbono

Então, como a Alemanha reduzirá o aquecimento global é um post que revela uma forma inusitada de reduzir a quantidade de dióxido de carbono (CO2). Mas, antes vamos falar para você sobre o aquecimento global. Então, o aquecimento global tem sua origem no aumento da quantidade de CO2 emitida pela humanidade.

Bom, esse processo de aumento do gás do efeito estufa começou com o aumento da industrialização que ocorre em todo o planeta. A princípio, o aquecimento global está diretamente relacionado à queima de combustíveis fósseis. Por exemplo: petróleo; propano; metano; carvão; gasolina; e diesel. 

Dessa forma, aqui no Clube da Química temos publicado muitos posts sobre o aquecimento global e formas de reduzir a quantidade de CO2. Assim, convidamos você a descobrir mais sobre o aquecimento global nos posts abaixo:

Bom, melhor você deve descobrir a Química Ambiental aqui no Clube da Química. Então, convidamos você a acessar a secção Química Ambiental do Clube da Química. Clique ai.

Como o governo Alemão está reduzindo o dióxido de carbono

O governo alemão está abrindo caminho para aterros subterrâneos de CO2. O CO2 deve ser retirado do país por um gasoduto e injetado no solo. O objetivo de armazenar CO2 no subsolo é reduzir as suas emissões para ⁠a atmosfera⁠. O CO2 a ser armazenado virão de sistemas de abastecimento de energia fóssil, de plantas industriais ou do uso de ⁠Biomassa⁠ principalmente os provenientes da geração de energia. Os cientistas acreditam podem armazenar no subsolo cerca de 65 a 80% de CO2 pode ser mantido permanentemente fora da atmosfera. Dessa forma, o armazenamento de CO2 contribuirá para o combate às mudanças climáticas.

Qual o problema no armazenamento de gás do aquecimento global

Então, o Escritório Federal de Geociências e Recursos Naturais da Alemanha acredita que consegue armazenar cerca de dez bilhões de toneladas de CO2 em campos de gases ou em camadas de rochas porosas (aquíferos salinos). Em teoria os alemães poderiam armazenar de forma continua por cerca de 12 anos na Alemanha, mas hoje em dia é proibido no país.

Além disso, os riscos para as águas subterrâneas e para o solo são vazamentos de CO2. Em condições desfavoráveis, as águas subterrâneas salgadas podem deslocar e atingir a superfície. Dessa forma, as águas doces, subterrâneas e superficiais seriam salinizadas. Por outro lado, o uso de grandes áreas do subsolo profundo para armazenar o CO2 por milhares de anos limitam outros usos.

Outros países querem adotar a mesma medida

Além da Alemanha, países do Mar do Norte. por exemplo, Noruega, Holanda, Bélgica e Grã-Bretanha se preparam também para injetar CO2 no fundo do mar. Sendo assim,  o governo alemão planeja ratificar a alteração do artigo 6 do Protocolo de Londres que trata da proteção marinha. Dessa forma, ele poderá transportar CO2 para armazená-lo em subsuperfície profunda sob o fundo do mar.

Convite

Então, gostou? Bom, então comente e visite nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin 

Fonte

Welt

Umwelt Bundesamt

Wendland-net.de

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.