A importância da reciclagem do cobre

Reciclagem do cobre

O cobre está em uso pela civilização há mais de 10.000 anos e desde os primeiros tempos ele vem sendo reciclado.  Dessa forma, como não se degrada durante a reciclagem, existe uma chance muito grande do cobre do seu dispositivo ter sido reciclado há milhares de anos. Além disso, o cobre é atualmente um metal altamente valorizado por sucateiros e empresas de reciclagem do mundo. Em princípio, a sua valorização se deve ao fato de:

  • Ser um ótimo condutor de eletricidade,
  • Ter alta ductilidade
  • Ser muito maleável.

Portanto, essas características tornaram o cobre como um dos metais mais procurados pela indústria.

Leia também

Revista do cobre

O uso do cobre no futuro

Cobre metal reciclado há mais de 10 mil anos

Espuma de cobre contra o Covid-19

A era do cobre: um marco na história da humanidade

Um pouco de história do cobre

O cobre foi provavelmente o primeiro metal minerado e trabalhado pelo homem. Dessa forma, o objeto de cobre mais antigo já registrado é um pingente encontrado no que hoje é o norte do Iraque. Os arqueologos estimam que o pingente é de aproximadamente 87.000 aC. Por volta de 8.000 aC, o cobre tornou-se substituto, sobretudo, da pedra. Por conseguinte, por volta de 4.000 aC, os egípcios conseguiram moldar o cobre em diversas formas. Neste contexto, por volta de 3.500 aC, a tecnologia de processamento de cobre continuou cresceu. Sendo assim, à medida que o processo de fundição de minérios era descoberto, começa a Idade do Bronze.

Então, como ocorreu o nome cobre? A princípio, a ilha mediterrânea de Cypress era uma fonte de cobre dos antigos romanos. Eles chamaram o cobiçado minério de “aes Cyprium”, que se traduz em inglês como “metal de Chipre”. Abreviou-se esse nome para cyprium e, posteriormente, alterou-se cyprium para coprum. Portanto, este último termo foi a gênese da palavra em inglês, “cobre”.

A Importância Ambiental da Reciclagem de Cobre

Tal como acontece com outros metais, a reciclagem do cobre traz benefícios ambientais significativos. Atualmente, a utilização do cobre reciclado já está entre 85 e 90%. Dessa forma, podemos afirma que o homem conseguiu reduzir a exploração da matéria prima natural. Assim, o resultado dessa reciclagem é que apenas 12% das reservas conhecidas são atualmente exploradas. Por exemplo, estima-se que as reservas americanas conhecidas de cobre totalizem 1,6 bilhão de toneladas métricas, com a produção concentrada no Arizona, Utah, Novo México, Nevada e Montana. Portanto, cerca de 99% da produção americana concentra-se em apenas 20 minas.

Um desafio ambiental emergente para o cobre é seu uso na necessidade de produzir cada vez mais em virtude do aumento da oferta de produtos eletroeletrônicos, como Smartphone, televisores etc. Infelizmente, as baixas taxas de reciclagem contribuem para o aumento da quantidade de resíduos de eletroeletrônicos no mundo. Já existe um movimento que permite afirmar que essa tendência está mudando. A reciclagem dos resíduos eletroeletrônicos tem feito com que diversas empresas e startup sejam criadas.

A importância econômica da reciclagem do cobre

Logo atrás do Chile na produção de cobre, os Estados Unidos são amplamente autossuficientes no fornecimento de cobre. Os EUA produzem cerca de 8% da geração mundial de cobre. Quase metade da produção de cobre dos EUA vem de material reciclado. Em 2010, os recicladores dos EUA processaram 1,8 milhão de toneladas métricas de cobre para uso doméstico e exportação, perdendo apenas para o alumínio entre os metais não ferrosos, que viu 4,6 milhões de toneladas recicladas.

Fonte:

Wikipédia

Sustainable Businesses

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.