Permanganato de potássio o reagente violeta

Permanganato de potássio

Permanganato de potássio o reagente violeta que é usado muito na medicina e no tratamento de água. Vamos começar este post com minha experiência com esse reagente. Bom, um dos reagentes que sempre me chamaram a atenção no laboratório de química é o permanganato de potássio. Em primeiro lugar pela sua cor roxa, praticamente é o único reagente roxo no laboratório. Em segundo lugar, esse reagente sempre guardado em vidro âmbar.

Então, a primeira vez que vi o permanganato de potássio me intriguei pelo fato de um reagente tão bonito ficar guardado em um vidro escuro. Aí, eu perguntei ao professor o que era aquele reagente, KMnO4. Ele me falou o seu nome e depois completou ele tem que ficar no escuro pois senão ele a luz vai fazê-lo reagir.

Mas afinal de contas o que é o permanganato de potássio?

O que é o permanganato de potássio

Então, o KMnO4. é um composto iônico sólido fortemente oxidante. Bom, em uma solução aquosa, ele tem uma coloração que varia de violeta a vermelho. Muito lindo, não é?

Além disso, o KMnO4. tem uma alta capacidade reação e, por causa disso, ele pode oxidar uma grande variedade de substâncias orgânicas e inorgânicas. Você tem que saber que o manganês tem vários estados de oxidação. Dessa forma, durante uma reação de oxirredução o permanganato pode ocorrer: o KMnO4 (Mn7+) pode ser reduzido a MnO2 (Mn4+) e Mn2+.

Assim, você acabou de descobrir a causa do KMnO4. ser bastante usado em várias finalidades.

Como o permanganato foi descoberto

Então, em 1659 o químico alemão Johann Rudolf Glauber produziu pela primeira vez o KMnO4. Como ele fez isso? Bom, ele fundiu uma mistura de carbonato de potássio com o mineral pirolusita que contém dióxido de manganês (MnO2). Por conseguinte, Rudolf Glauber dissolveu o material fundido em água formando. Dessa forma, no início formou-se uma solução verde de manganato de potássio. Aí, depois, lentamente essa solução se tornou violeta. Pronto, foi assim que Rudolf Glauber obteve oo KMnO4.

Quando o permanganato foi usado em pessoas pela primeira vez

Bom, a primeira vez que o KMnO4. foi usado para fins medicinais foi em 1800. Isso ocorreu quando soldados canadenses receberam durante a Primeira Guerra Mundial o KMnO4 misturado com uma pomada. Os médicos da época queriam prevenir doenças sexualmente transmissíveis. Então, se preveniu as doenças eu não sei, mas que as genitais das mulheres ficaram manchadas de violeta ficaram.

Segundo relatos, existem outros usos históricos do KMnO4, por exemplo, lavar o estômago em pessoas envenenadas por estricnina ou picrotoxina.

Alguns usos do permanganato de potássio

Então, o KMnO4.tem diversos usos, por exemplo:

  • Na composição química do “flash” de câmeras fotográficas, que registravam fotos em preto e branco.
  • Na química analítica, soluções aquosas padronizadas de KMnO4 são empregadas como titulante oxidante em titulações de redução-oxidação, devido a sua coloração violeta.
  • No tratamento de algumas enfermidades parasitárias.
  • Em países Africanos, é comum seu uso na desinfecção de alimentos.
  • no aquarismo para tratar os materiais que serão utilizados no aquário, como troncos, pedras, plantas aquáticas. Ou seja, os aquaristas utilizam no tratamento de fungos e parasitas de peixes.

Tratamento de água

Você já encontrou água que não tinha cheiro ou sabor muito bom? Bom, certamente, usaram o permanganato de potássio no tratamento de água para remover compostos causadores de odor. Além disso, você também usa o permanganato de potássio para remover ferro e manganês na água.

Por outro lado, quando existem organismos cuja população cresceu rapidamente e descontroladamente, por exemplo, mexilhões você pode usar o permanganato para controlar o crescimento. Dessa forma, você evita problemas, por exemplo, entupimento de sistemas de água, danos em equipamentos e mal gosto da água.

Porém o permanganato de potássio se mal-usado pode causar danos a saúde. Epa! Apesar de muito usado para tratar a água o KMnO4 pode causar alguns problemas. Por isso, você deve prestar atenção à qualidade da água que você toma.

  1. Irritação da Pele

Então, se sua pela entrar em contato com o KMnO4 diretamente você pode ter irritação da pele. E em níveis mais altos e exposição a longo prazo você pode ter queimaduras que requerem cuidados médicos.

  1. Danos nos Olhos

Então, caso o seu olho entre em contato com o KMnO4 ele pode danificar a conjuntiva e estruturas ainda mais prementes dos olhos. Além disso, a exposição prolongada a grandes quantidades do produto químico pode levar à perda visual se isso ocorrer.

  1. Problemas de fertilidade

Para as mulheres grávidas, a exposição ao KMnO4 o feto pode ser afetado

  1. Problemas crônicos de saúde

Quando você fica muito tempo em contato com o permanganato de potássio ele pode sobrecarregar o fígado e danificar permanentemente os rins.

Usos do permanganato de potássio na medicina

O KMnO4 possui ação antisséptica e, por isso, o médico o indica para a limpeza e desinfecção de feridas e úlceras. Além disso, o KMnO4 é coadjuvante no tratamento da catapora, candidíase ou outras feridas na pele.

Então, o KMnO4 possui propriedades antibacterianas, antifúngicas e cicatrizantes. Dessa forma, utiliza-se o KMnO4 para tratar muitas infecções e problemas de pele. Por exemplo,

  • Eczema
  • Aftas
  • Dermatite
  • Acne
  • Candidíase vaginal
  • Catapora
  • Brotoeja
  • Feridas e coceira causada por alergias

Descubra mais sobre o KMnOnos seguintes posts

O que é desinfecção da água?

Qual família do elemento químico Manganês

O poder da vitamina C

Fonte:

Bulário

Study

Terra

Química Nova Interativa

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.