Como a biomassa pode reduzir o aquecimento global

Biomassa Floresta

A biomassa é um material orgânico renovável que vem de plantas e animais. A biomassa continua a ser um combustível importante em muitos países, principalmente para cozinhar e aquecer.

Por outro lado, temos os efeitos do aquecimentos global em que os combustíveis fosseis aumento a cada dia a temperatura do planeta. Bom, um dos maiores problemas dos combustíveis fosseis é o fato deles não serem renováveis. 

Então, os grandes problemas de aquecimento global que assolam o planeta tem com um culpado os combustíveis fosseis. Preocupados com esse problema nós aqui do Clube da Química temos publicado vários posts. Dessa forma, nós te convidamos a descobrir na lista abaixo os efeitos do aquecimento global. Assim, aproveite os posts

Quais são as vantagens e desvantagens da biomassa?

Vamos retornar a biomassa. Então, o uso de combustíveis de biomassa para transporte e geração de eletricidade cresceu em muitos países desenvolvidos. Dessa forma, esses países usam  a biomassa como um meio de evitar as emissões de dióxido de carbono (CO2) do uso de combustíveis fósseis.

Além disso, a biomassa é um material orgânico que é produzido e acumulado pelo próprio meio ambiente. Além disso, a biomassa tem algumas vantagens, por exemplo ser de baixo custo de aquisição; não emite de altamente poluente dióxido de enxofre (SO2); as sobras de cinzas são menos agressivas ao meio ambiente do que as provenientes de combustível fósseis; é menos corrosiva para equipamentos (cadeiras, fornos, etc.); tem menor risco ambiental; e as emissões não contribuem para o efeito estufa.

Por outro lado, o uso de biomassa tem algumas desvantagens como redução o número de floresta; tem menor poder calorífico do que outros combustíveis; os biocombustíveis líquidos contribuem para a formação de chuvas ácidas; muitas dificuldades no transporte e no armazenamento.

O que é biomassa?

Então, a biomassa é a matéria orgânica contida em restos de animais e vegetais. Então, nós a utilizamos a biomassa como uma fonte para de energia renovável. São exemplos de biomassa:

  • materiais lenhosos

  • cascas e sementes de plantas

  • e, até mesmo, parte do lixo doméstico descartado pela sociedade.

Dessa forma, ao queimar uma biomassa obtemos calor, mas por outro lado podemos  convertê-la em combustíveis líquidos e gasosos.

A Figura abaixo representem muito bem como a natureza produz a biomassa. Como você pode observar na figura a biomassa é um produto da fotossíntese. Ou seja, a partir do dióxido de carbono (CO2), água (H2O) e luz solar obtêm-se a biomassa. 

 biomassa fotossíntese

Bom, a grande vantagem da biomassa é que a queima dela produzimos dióxido de carbono (CO2) que é um composto necessário para produzi-la novamente.

Quais são classes de biomassa

Então, nós podemos dividir a biomassa em três classes sólida, líquida e gasosaVamos lá ver essas classes mais detalhadamente.

O que são biomassa sólida?

Assim, as fontes de biomassa sólida são formadas por uma série de produtos  vegetais. Por exemplo: produtos e resíduos da agricultura (incluindo substâncias vegetais e animais); resíduos das florestas; e uma fração biodegradável de resíduos industriais e urbanos.

O que é biomassa líquida?

Então, considera-se biomassa líquida uma série de bicombustíveis líquidos com potencial de utilização. Por exemplo: biodiesel de óleos de soja ou girassol; etanol de fermentação de hidratos de carbono (açúcar, amido, celulose);  metanol de gás natural.

O que é biomassa gasosa?

Bom, a biomassa gasosa que vem da degradação biológica de resíduos orgânicos encontrados nos efluentes agropecuários provenientes da agroindústria e do meio urbano. Além disso, podemos encontrá-la em aterros de sanitários. Então, o produto dessa degradação são basicamente metano (CH4) e dióxido de carbono (CO2).

Como a biomassa é usada

Como vimos antes, o uso principal de uma biomassa é na sua queima. Dessa forma, colocamos aqui para você algumas formas de como a biomassa é usado. Ou seja, vamos mostrar aqui formas de combustão. Assim, vamos falar por você sobre a combustão direta e termoquímica. Além disso, vamos falar da transformação da biomassa por conversão química e biológica.

Combustão direta

Em princípio, a combustão direta é o método mais comum para converter biomassa em energia útil. Dessa forma, toda a biomassa pode ser queimada para aquecer edifícios e água, processos industriais e gerar eletricidade em turbinas a vapor.

Combustão termoquímica

A conversão termoquímica da biomassa inclui sobretudo pirólise e gaseificação. Ambos são processos de decomposição térmica em que nós aquecemos a biomassa em vasos fechados (gaseificadores) e pressurizados em altas temperaturas. Eles se diferem de acordo com a temperatura do processo e na quantidade de oxigênio (O2).

Pirólise

Em princípio, quando nós aquecermos uma biomassa a 400–500 oC na quase completa ausência de oxigênio (O2) livre chamamos pirólise. Então, com a pirólise da biomassa nós podemos fazer vários  combustíveis. Por exemplo: carvão, bio-óleo, diesel renovável, metano (CH4) e hidrogênio (H2).

Gaseificação

A princípio, a gaseificação envolve o aquecimento de materiais orgânicos a 800–900 oC com injeções de quantidades controladas de oxigênio (O2) e/ou vapor no recipiente para produzir um monóxido de carbono (CO) e gás rico em hidrogênio (H2). Assim, nós chamamos esse processo de gás de síntese ou gás de síntese. Bom, nós usamos o gás de síntese como biocombustível de motores a diesel, para aquecer e gerar eletricidade. Além disso, podemos separar o hidrogênio (H2) e o queimá-lo ou usá-lo em células de combustível. 

Conversão Química

Em princípio, nós conhecemos o processo de conversão química como transesterificação. Assim, nós o utilizamos para converter óleos vegetais, gorduras animais e graxas em ésteres metílicos de ácidos graxos. Dessa forma, essa é uma forma de produzir biodiesel.

Conversão Biológica

Bom, a conversão biológica inclui fermentação para converter biomassa em etanol e digestão anaeróbica para produzir gás natural renovável. Então, utiliza-se o etanol como combustível veicular. Dessa forma, podemos produzir o gás natural renovável (biogás ou biometano) em digestores anaeróbios de estações de tratamento de esgoto. A princípio, realiza-se a conversão biológica  em operações de laticínios e pecuária. Mas, também utiliza-se a conversão biológica o em aterros de resíduos sólidos. Além disso, podemos usar o gás natural renovável quando tratado assim como o  gás natural de combustível fóssil.

Então, gostou? Bom, então comente e visite nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

Fonte:

Eia

Fragmap.com.br

Portal energia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.