Balanceamento oxirredução

O que é balanceamento oxirredução? Como professor digo com certeza para você que Balanceamento oxirredução é um dos conteúdos mais evitados na Química. Mas, primeiro você deve descobrir o porquê você deve balancear qualquer reação. Nesse sentido, nós publicamos para você o post “O princípio de conservação das massas” para você entender que toda e qualquer reação deve ser o guardião da reação. Como assim, guardião?

Em uma reação você deve observar que não pode perder ou ganhar massas nem os reagentes e nem os produtos. Ou seja, o balanceamento de uma reação é importante para você garantir que o princípio de conservação das massas seja fielmente obedecido. 

Dessa forma, nós também também publicamos mais dois posts para você como guardião tenha mais argumentos para manter o princípio de conservação das massas. Assim, acesse-os de descubra como os posts “Estequiometria: a natureza proporcional das reações químicas“, “O que é reagente limitante” e “Estequiometria: a interpretação molar” são importantes para você defender o princípio de conservação das massas. Depois que você virou o guardião do princípio, você deve descobrir Como é o aplicativo LavoiserApp.

O balanceamento de uma reação de oxirredução

Em princípio, em uma reação de oxirredução, os elétrons são transferidos de um átomo para outro. Dessa forma, o primeiro passo para balancear uma equação de oxirredução é dividi-la nas reações de oxidação e redução. Por exemplo, na reação abaixo mostramos para você como deve ser feito

Balancear a seguinte reação de oxirredução:

Ce4+ + Fe2+ Ce3+ + Fe3+

Em primeiro lugar, vamos separar a reação acima em reação de oxidação e redução:

Ce4+Ce3+

Fe2+Fe3+

Bom, observe que nós separamos os elementos iguais na mesma reação. Por conseguinte, vamos balancear as cargas.

Ce4+ + 1e→ Ce3+

Fe2+Fe3+ + 1e

Então, com o balanceamento das cargas fica claro que na primeira reação temos uma redução e na segunda uma oxidação. Portanto, fica evidente também que como está somente um elétrons envolvido nas duas reações a reação global já está balanceada.

Segundo caso de balanceamento

Então, vamos balancear a seguinte reação de oxirredução:

Zn2+ + Cu+Zno + Cu2+

Vamos separar a reação acima em reação de oxidação e redução:

Zn2+Zno

Cu+Cu2+

Agora vamos balancear as cargas.

Zn2+ + 2e → Zno
Cu+Cu2+ + 1e

Para balancear a reação global é necessário que a segunda equação, a de oxidação, seja multiplicada por 2, pois o número global de elétrons envolvidos é de dois:

Zn2+ + 2eZno
2Cu+ →2Cu2+ + 2e

Reação global:

Zn2+ + 2Cu+Zno + 2Cu2+

Terceiro caso de balanceamento

Balancear a seguinte reação:

Ag + I+ Sn4+AgI + Sn2+

Vamos separar as semirreações

Ag + IAgI

O iodo permaneceu na reação porque ele está ligado é prata para formar o iodeto de prata.

Sn4+Sn2+

Vamos balancear as cargas

Ag + IAgI + e

Sn4+ + 2eSn2+

Multiplicando a primeira equação por dois, devido aos dois elétrons envolvidos, teremos:

2Ag + 2I → 2AgI + 2e
Sn4+ + 2e → Sn2+

Assim a reação global será

2Ag + 2I+ Sn4+ 2AgI + Sn2+

Convite especial

Recomendamos para você o e-book Equilíbrio Químico – autor Genilson Pereira Santana publicado por nós e disponibilizado aqui no Clube da Química gratuitamente para você descobrir mais sobre o balanceamento químico. Além disso, você poderá ficar fera nos equilíbrios químicos que é um conteúdo importante para quem quer seguir na carreira de Químico.  Aproveite.

Então, gostou? Bom, então comente e visite nossas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

 

One thought on “Balanceamento oxirredução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.