A fantástica aromaticidade dos orgânicos

aromaticidade

Bom, a fantástica aromaticidade dos orgânicos é um post que mostra uma propriedade bastante particular dos compostos orgânicos com duplas e triplas ligações.

Então, você pode ter ouvido a história de que uma única vara ou um tronco de madeira pode ser facilmente quebrado ou cortado. Mas um feixe de gravetos não pode ser cortado ou quebrado tão facilmente. Tentar quebra um feixe de gravetos você descobre que a união faz a força. Ou seja, sozinho você é fraco mas com outras pessoas você é mais forte.

Em princípio, as moléculas químicas também usam esse fato. Dessa forma, a ligação dupla ou tripla insaturada indicam qual ponto da molécula é fraco. Mas quando essas ligações múltiplas ocorrem em conjugação; ou seja, duplas/triplas ligações alternadas com ligação simples, a molécula ganha estabilidade extra e propriedades especiais. Nós chamamos esse arranjo de Aromaticidade. Uma característica especial da aromaticidade e que ela ocorre com os elétrons pi (π).

Uma propriedade da aromaticidade é ter elétrons deslocalizados nos orbitais π e uma geometria planar resultando em maior estabilidade da molécula. Bom, esses elétrons deslocalizados permite que os compostos orgânicos tenham ressonância. Como mostrado na figura abaixo

ressonância

A aromaticidade pode ser definida como uma característica dos cicloalcenos conjugados cuja função primária é aumentar a estabilidade do composto orgânico correspondente. A aromaticidade do composto se deve principalmente à capacidade de deslocalização dos elétrons presentes nos orbitais pi.

Regras de aromaticidade

A maioria dos compostos orgânicos que vemos em nossas vidas diárias são aromáticos. Vamos agora entender o que é preciso para um composto exibir aromaticidade.

As quatro regras mencionadas abaixo são as características que determinam a aromaticidade de um determinado composto.

Regra 1: O composto orgânico deve ter uma estrutura cíclica. Compostos orgânicos acíclicos, ou seja, lineares e ramificados, não apresentam aromaticidade.

Regra 2: O anel cíclico deve ser planar. Cada elemento do anel aromático deve conter um orbital p perpendicular ao anel.

Regra 3: O composto orgânico deve obedecer à regra de Hückel. A regra de Hückel afirma que o composto com (4n+2) elétrons pi exibe aromaticidade, enquanto os outros não.

O número total de elétrons pi presentes na estrutura de anel dada deve satisfazer a fórmula de Huckle 4n+2, onde n é qualquer número natural (0, 1, 2, 3, 4 e assim por diante).

Regra 4: Todos os elétrons pi devem estar em conjugação (em carbono alternado com uma ligação simples no meio).

Considerações finais

Espero que você tenha descoberto a fantástica aromaticidade dos orgânicos. Por isso, queremos ajudar você a descobrir mais sobre a química orgânica. Recomendamos fortemente os posts abaixo para você. Acesse-os

Mas caso ainda tenha dúvida não pense duas vezes faça parte da comunidade do Clube da Química para receber nossas novidades. Assim, nos siga em nossas redes sociais no:

Instagram

Facebook

Twitter  e

Linkedin

Fonte

Askash

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *