Efeitos da sacarina sódica nos rins

Adoçante
Sacarina sódica
Sacarina sódica

Quais seriam os efeitos da sacarina sódica nos rins? Então no post “A história da sacarina” mostramos que a sacarina sódica abriu caminho para outros adoçantes. Além disso, a sacarina sódica é 300 vezes mais doce que o açúcar. No entanto, a sacarina sódica tem um gosto amargo e desagradável. É por isso que a sacarina sódica é misturada com outros adoçantes de baixa ou zero calorias.

Por exemplo, a sacarina às vezes é combinada com aspartame ou outro adoçante de baixa caloria comumente encontrado em bebidas dietéticas carbonatadas. Além disso, a indústria de alimentos costumam usar a sacarina sódica pelo fato dela ter uma vida útil longa. Uma vantagem da sacarina sódica para os fabricantes de alimento é o fato dela poder consumida após anos de armazenamento.

Então, quando a sacarina sódica entrou no mercado não tinha efeitos colaterais aparentes. Assim, ele era muito elogiado pelos consumidores da época. Mas, com o tempo a história da sacarina sódica ficou complicada.

Para que é usada a sacarina sódica?

A sacarina sódica é mais popular em adoçantes artificiais. Como nós não podemos metabolizar a sacarina sódica e não contém calorias ou carboidratos. Recomenda-se a sacarina sódica para pessoas com diabetes. Além disso, pessoas que queiram fazer uma dieta podem, em princípio, escolher a sacarina como adoçante.  Em princípio, nós encontramos a sacarina sódica em muito alimentos. Por exemplo, bebidas; sucos de frutas; bases para bebidas ou misturas.

Controvérsia do uso da sacarina sódica: o caso dos rins?

Então, o uso da sacarina tem sido controverso. A polêmica se deve ao fato da ocorrência de certos tipos de câncer, além de possíveis efeitos sobre a função renal. A questão é que algumas pessoas com pressão arterial elevada ou com algum tipo de doença renal, podem sofrer os efeitos da sacarina no fígado. A forma mais comumente utilizada da sacarina é o sal de sódio.

A preferência pela sacarina sódica se deve ao fato de que ela é solúvel em água e álcool. Acontece que uma vez consumida, essa substância é quase totalmente eliminada através da urina. Nos hipertensos ou que tem predisposição de sofrer problemas renais, o consumo de sacarina sódica causa retenção de líquidos por causa do sódio. Com isso, através de diferentes mecanismos, a sacarina é reabsorvida no rim.

Esse processo afetar a função renal levando à mudança na composição química da urina, por exemplo, valor de pH e precipitação de minerais na bexiga. Dessa forma, ocorre uma proliferação constante de células o que conduz a ocorrência de câncer na bexiga.

Apesar desse risco, o FDA, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) concordam que a sacarina não apresenta riscos e é segura para o consumo humano. De acordo com o FDA, a ingestão diária aceitável de sacarina é 15 mg por kg por dia de peso corporal.

Leia também

Fonte:

Revista Encontro

Medical News Today

One thought on “Efeitos da sacarina sódica nos rins

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.